• Diamantino, 12/12/2018
  • Dólar: R$
  • Euro: R$
  • Fonte Yahoo Exchange
RESGATE DE EMPRESÁRIA; VEJA

Após 2 meses, policial baleado por sequestrador deixa hospital Sidney Ribeiro dos Santos foi atingido durante ação para libertar Milene Eubank, em novembro 435


Fotografia: Divulgação

O policial civil Sidney Ribeiro dos Santos, que havia sido baleado no rosto durante o resgate da empresária Milene Falcão Eubank em novembro, saiu do hospital na manhã deste sábado (13), em Cuiabá.


"Quero agradecer muito a todos que me ajudaram, a todos os parceiros que colaboraram comigo",disse ele, ao deixar a unidade.


Conforme informações da assessoria da Polícia Civil, Sidney recebeu alta do Hospital São Benedito e ainda terá que passar por fisioterapia para se recuperar.


Apesar da gravidade do caso, ainda não se sabe a extensão das sequelas.


Quero agradecer muito a todos que me ajudaram, a todos os parceiros que colaboraram comigo

O delegado titular da Derrfva, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, acompanhado de policiais da unidade, esteve no hospital acompanhando a saída do investigador.


"O estado dele é ótimo, tanto que teve alta. Agora é continuar a fisioterapia. Está com movimento nas duas pernas e braços. Agora é fazer fisioterapia para recuperar totalmente os movimentos", declarou.


O policial estava internado desde o dia 18 de novembro de 2017, quando aconteceu o confronto com os bandidos.

Em um vídeo, é possível ver Sidney saindo em uma cadeira de rodas enquanto diversos policiais e populares o aplaudem.


Logo após o crime, ele foi encaminhado para o Pronto Socorro de Cuiabá, onde passou por uma cirurgia para a retirada do projétil.

 

No dia seguinte, Sidney foi transferido para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Benedito.

O principal suspeito de atirar contra o policial, Kelves Gonçalves da Silva, de 28 anos, está foragido desde a data do crime.


“Kelvinho”, como é conhecido, já possuía quatro passagens por assassinato, tráfico de drogas e posse ilegal de armas.

Segundo a Polícia Civil, o criminoso é membro de uma facção criminosa e já esteve preso na Penitenciária Central do Estado (PCE).


O último crime que pesa contra ele é o assassinato do taxista Douglas da Silva, de 34 anos, ocorrido em agosto de 2017.


O sequestro


Milene foi sequestrada enquanto buscava seu filho em uma escola de reforço, no Bairro Quilombo, em Cuiabá.


A vítima estava em um Hyundai Santa Fé, de cor branca, e foi abordada por um homem armado, que a obrigou a voltar para o veículo e sair do local.


A empresária foi resgatada por policiais civis e militares no final da madrugada do dia 18 de novembro, no Bairro Centro América, em Cuiabá.


Segundo a Polícia Civil, houve uma troca de tiros entre os policiais e os criminosos durante uma das prisões, no Bairro Ouro Fino.


Durante a fuga, os bandidos atiraram e conseguiram atingir o policial civil.

Veja também

FOLHA MAX PC recupera gado roubado de fazenda em MT
POR DENÚNCIA Vulgo “Me chupa” é preso por tráfico de Drogas em Diamantino
ENCOMENDADAS Bandidos furtam peças de carreta em pátio de posto
EM ROSÁRIO OESTE Adolescente é detido por dirigir sem habilitação e com droga
EM ARENÁPOLIS Homem bêbado invade calçada e quase atropela 3 mulheres
EM DIAMANTINO Bandidos fazem funcionários de reféns e roubam agrotóxicos em fazenda
Publicidade

Copyright © 2013 - 2018 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados