• Diamantino, 20/04/2018
  • Dólar: R$
  • Euro: R$
  • Fonte Yahoo Exchange
CURIOSO

Casal dentro de rede de pesca e pendurado em ponte chama atenção de moradores 1094


Fotografia: PRIMEIRA HORA

Uma cena curiosa chamou a atenção de quem passava próximo a ponte sobre o Rio Vermelho, em Rondonópolis (215 km de Cuiabá), na manhã desta sexta-feira (20). Um casal estava dentro de uma rede de pesca, com alguns entulhos, pendurado por um cabo. Depois, foi explicado que a ação faz parte de uma apresentação artística.

As imagens mostram uma encenação, chamada de intervenção urbana, parte da programação do Festival Palco Giratório do Sesc. Os dois que estão dentro da rede de pesca são integrantes de um grupo de Porto Alegre, que percorre o Brasil com apresentações artísticas.

De acordo com um dos participantes do Grupo, Rodrigo Shalako, o trabalho tem o objetivo de chamar atenção para questão do lixo, poluição urbana, da água e da sociedade: “Aquele lixo é o nosso, é a nossa podridão que está representado. Nós jogamos o lixo para fora de casa e achamos que está tudo resolvido, mas não, muitas vezes ele acaba vindo para as águas, não tendo o destino correto”.

“Quereremos chamar atenção da população e dos governantes também. Ficamos sabendo que em Rondonópolis está sendo cobrada uma taxa de lixo abusiva, mas e ai, eles estão dando o destino correto pra este lixo? Estão limpando a cidade? A gente sempre acaba pagando, mas sem o retorno esperado”, finaliza Rodrigo. (Com informações do Primeira Hora)

Veja também

SELETIVO Unemat de Diamantino vai contratar novos profissionais
ACIDENTE Motorista evita colisão frontal e tomba na BR-163
EM ROSÁRIO OESTE EMPAER está com inscrições abertas para cursos
EDUCAÇÃO Pacto Pelo Pantanal, Teoria Verde e Águas de Diamantino realizam ação educativa
EDUCAÇÃO E SAÚDE VG convoca 500 aprovados em concurso público
JUSTIÇA Acusado de matar marido da amante há 12 anos em Nova Mutum vai a júri popular esta semana
Publicidade

Copyright © 2013 - 2018 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados