TERROR EM LAS VEGAS

Estado Islâmico reivindica massacre que matou 50 98


Fotografia: Reprodução

O Estado Islâmico reivindicou o ataque em Las Vegas na madrugada desta segunda-feira. Apesar de não ter demonstrado suspeitas para a família, o grupo terrorista Estado Istâmico assumiu a autoria. O suspeito teria se convertido ao islamismo há alguns meses, segundo a agência a Associated Press. O tiroteio deixou cerca de 50 mortos e mais de 400 feridos, no que foi o ataque armado com maior número de vítimas da História moderna dos Estados Unidos.

O irmão do atirador que abriu fogo contra uma multidão durante um festival de música em Las Vegas na madrugada desta segunda-feira disse a veículos da imprensa internacional estar se sentindo perplexo pelo massacre. Eric Paddock, familiar do suspeito Stephen Paddock, de 64 anos, contou que "absolutamente, não havia indicação de que ele faria algo assim".

— Ele não tinha afiliação política ou religiosa, até onde nós sabíamos —, afirmou Eric, de acordo com a "Fox News".

A polícia encontrou o corpo do suspeito em um quarto de hotel onde havia dez rifles, segundo o xerife. Ele se matou antes da entrada dos policiais. O homem, de cor branca e morador de Mesquite, no estado americano de Nevada, disparou do 32º andar do Hotel Mandala Bay, localizado na avenida central Strip, por volta de 22h20 (horário local) deste domingo.

— Nós não tínhamos ideia. Ficamos horrorizados —, disse Eric em entrevista à agência de notícias "Reuters". — Estamos perplexos e enviamos nossas condolências às vítimas — acrescentou o irmão de Stephen Paddock.

A polícia confirmou a identidade do suspeito e informou que a suposta namorada de Stephen, Marilou Danley, também estava na mira. Mais tarde, a "CNN" destacou que os policiais eximiram a mulher de culpa pelo massacre após interrogatório.

O processo de identificação das vítimas está em curso, e o FBI solicitou o envio de fotos e vídeos que possam ajudar na apuração do ataque, cuja motivação ainda não foi esclarecida.

— Ele era apenas um cara — disse Eric Paddock ao jornal britânico "Daily Mail".

Grande parte da Las Vegas Strip, a avenida onde ficam os principais hotéis-cassinos da cidade, foi fechada após a tragédia por medida de segurança. As autoridades pediram às pessoas que não transmitissem ao vivo ou compartilhassem (nas redes sociais) a posição dos agentes no local. O aeroporto de Las Vegas desviou vários voos após o incidente, mas começou a retomar suas atividades pela manhã. "É uma noite triste para Las Vegas", escreveu a prefeitura no Twitter.

Veja também

MUDANÇAS PARA 2018 Gugu Liberato, Marcos Mion e Sabrina Sato estão na corda bamba na Record
ATOR E PRODUTOR AMERICANO Tom Cruise acredita ter poderes sobrenaturais, diz site
FAZENDO SUCESSO Soldado dá show no exército e conquista fãs
VODCA Após dar bebida alcoólica para Maisa Silva, Danilo Gentili pode ser preso
CHRIS HEMSWORTH Ator de 'Thor' assombra fãs com bíceps avantajado em foto de malhação
BEIJO TÉCNICO Fãs mostram beijo de Bruna Marquezine e Neymar em casamento
Publicidade

Copyright © 2013 - 2017 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados