• Diamantino, 22/09/2018
  • Dólar: R$
  • Euro: R$
  • Fonte Yahoo Exchange
DESRESPEITO AO CIDADÃO

Motoristas chegam a esperar 5 horas para renovar CNH no Detran 234

Usuários denunciam descaso e falta de estrutura; mudança na avaliação médica piorou situação


Fotografia: Alair Ribeiro/MidiaNews

Centenas de pessoas que passam pelo Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran) diariamente estão tendo que enfrentar filas por até cinco horas, muitas vezes sujeitas à chuva e ao Sol.

 

A reportagem esteve na sede do Detran em Cuiabá, nesta semana, e constatou o transtorno que tem sido realizar a maioria dos procedimentos.

 

A área destinada para a habilitação tinha pessoas sentadas no chão, pois todos os assentos estavam ocupados, além de haver pouco espaço para transitar pelo ambiente.

 

Muitos que tentavam renovar a CNH acabavam desistindo devido à demora.  Alguns chegaram a esperar mais de cinco horas para conseguir atendimento.

 

O corretor de imóveis Vinícius Alvino, de 29 anos, que já tentou renovar a carteira em dois lugares diferentes, relatou a penúria para conseguir concluir o processo.

 

“Eu fui lá no Detran do Coxipó e havia mais de 300 pessoas na minha frente. Não consegui. Tive que vir aqui [sede do Detran], pegar senha mais uma vez. É a segunda vez que estou tentando renovar a habilitação e está lotado”, revelou.

 

Ele estava indignado com o descaso. “Todo setor em que você vai está lotado. Isso não se faz com a população”, protestou o corretor.

 

Já a aposentada Marise Ramos, de 60 anos, esperou cerca de cinco horas para tirar uma foto e foi embora sem conseguir.

 

“O atendimento do Detran é péssimo. É muito demorado e [os funcionários] ficam culpando o sistema eletrônico, a internet. Por que não colocam aparelhagens potentes, já que o Detran é uma máquina de ganhar dinheiro?”.

 

Ela ainda criticou a espera na distribuição das senhas. “Eu demorei duas horas para pegar a senha. E observei na fila todo mundo reclamando”.

 

Além disso, a aposentada também denunciou que idoso não tem preferência no atendimento, que é garantida por lei.

 

“Primeiro que idoso não tem vez. É tudo igual. Estacionamento para idoso não funciona, ninguém ali tem cartão”, informou Marise.

 

Jânio Augusto, de 57 anos, que é autônomo, também ficou mais de três horas esperando para ser atendido e ainda passou meia hora na fila para conseguir retirar uma senha.

 

“Na hora em que cheguei e fui pegar uma senha, a fila não andava e isso era em torno de 12h15”, afirmou.

 

Jânio também se mostrou preocupado por todo o tempo que passou no órgão público. “Em um dia só você não consegue fazer. Eu já perdi uma tarde aqui e não posso faltar no serviço porque lá dependem de mim”.

 

Para o autônomo, a mudança de local para realizar os exames oftalmológicos só piorou uma situação que já era ruim.

 

“Antes você fazia o exame de vista aqui e voltava rápido para terminar os processos. Agora tem que ir em outros lugares, enfrentar trânsito, voltar de novo aqui e pegar senha. Essa mudança para fazer o exame só piorou a situação”, expôs.

 

A alteração dos locais de exames médicos e psicológicos entrou em vigor em junho de 2017. Os procedimentos médicos, que antes eram oferecidos na sede do Detran e no Ganha Tempo de Várzea Grande, passaram a ser realizados nos consultórios dos próprios médicos credenciados.

 

Essa mudança fez com que os motoristas passassem a ter que marcar consultas nos consultórios de médicos credenciados, muitas vezes em pontos distantes de onde moram.

 

Ele acredita que a negligência do Detran contra a população precisa ser revertida com urgência.

 

“O povo não pode ficar do jeito que está aqui, não. Isso é um descaso. Tem que melhorar muito isso aqui e o mais rápido possível”.

 

Para Jânio, a solução para a superlotação seria a criação de mais postos de atendimentos.

 

“Porque só aqui que estão fazendo as coisas e isso dificulta ainda mais para a gente”, sugeriu.

 

O outro lado

 

A assessoria de imprensa do Detran informou que os atendimentos médicos são distribuídos equitativamente conforme a determinação do Conselho Federal de Medicina.

 

Ainda alegou que, por causa da limitação do espaço físico da sede e de uma decisão judicial, não é possível acomodar todos os profissionais médicos no mesmo prédio.

 

Em relação ao atendimento prioritário, o Detran afirmou que distribui senhas diferenciadas para o usuário que precisa deste tipo de serviço.

 

A assessoria revelou ainda que está implementando um sistema mais ágil para a renovação da CNH, ainda em estruturação, tendo como medidas por exemplo a realização do agendamento online.

 

A assessoria ainda reforçou que as denúncias e reclamações podem ser feitas pelo SIC (Serviço de Atendimento ao Cliente), no site do do órgão.

Veja também

RODOVIA DNIT libera mais 10 km de duplicação das rodovias 163 e 364 entre Posto Gil e Rosário Oeste
SUSTO Homem tem 70% do corpo queimado após quitinete pegar fogo
OPORTUNIDADE Prefeitura anuncia concurso com 2 mil vagas para a Educação
DIA DE SORTE Apostador de Nova Mutum acerta a quina da Mega-Sena e ganha R$ 36 mil
ACIDENTE Caminhoneiro provoca acidente com vítima na BR-163 e foge do local
RECURSO Dnit conclui processo para retomada da BR-174
Publicidade

Copyright © 2013 - 2018 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados