• Diamantino, 18/06/2018
  • Dólar: R$
  • Euro: R$
  • Fonte Yahoo Exchange
UM QUARTO

MT deve colher mais de 25% da produção de grãos, cereais e oleaginosas do país na safra 2018, estima IBGE 109


Fotografia: Reprodução

Mesmo com a previsão de queda na produção nacional, o estado de Mato Grosso deve ser responsável por mais de um quarto do total de grãos, cereais e oleaginosas colhidas no país. A informação é do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que estimou a produção nacional em 228,1 milhões de toneladas na safra 2018.

O número, segundo o IBGE, é 5,2% inferior à produção de 2017, quando foram colhidos 240,6 milhões de toneladas.

Ao todo, Mato Grosso deve produzir 25,9% da produção nacional.

Entre os principais produtos estão o algodão e a soja. Maior produtor de algodão herbáceo (em caroço) do país o estado.

De acordo com o IBGE, Mato Grosso deve produzir 144,7 mil toneladas da cultura. Mais que o dobro da Bahia, segundo maior produtor, que deve colher 57,5 mil toneladas.

A área plantada com o produto é de 765,2 mil hectares. O estado é o maior produtor de algodão do Brasil e deve ser responsável pela colheita de 66,8% da estimativa total para 2018.

Já a produção de soja teve incremento de 0,1% em relação ao mês anterior e deve ter recorde de produção nacional.

Em Mato Grosso, a produção do grão deve girar em torno de 220,3 mil toneladas.

Veja também

MULTA Produtores da região de Tangará são multados em mais de R$ 120 mi por cultivar soja em terra indígena
SEGUNDA VEZ BR-364 será totalmente interditada nesta quinta para recuperação de ponte
SELETIVO Prefeitura de Rosário Oeste vai abrir seletiva para contratar Agente Comunitário de Saúde
ECONOMIA Preço do frete aumenta, agricultores de MT não conseguem escoar a produção de milho e armazéns estão lotados em Diamantino
CONCURSO Iphan abre concurso público com 411 vagas e salários que chegam a R$ 5 mil
OPORTUNIDADE Sine Cuiabá disponibiliza vagas com salários de até R$ 2 mil
Publicidade

Copyright © 2013 - 2018 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados