ASSEMBLEIA

Meraldo deixa projeto para bodoque ser declarado Bem Imaterial de MT 1407


O suplente de deputado estadual Meraldo Sá (PSD), que substituiu o correligionário Gilmar Fabris entre dezembro de 2015 e março do ano passado, deixou uma indicação inusitada tramitando na Assembleia. O social-democrata indicou ao secretário estadual de Cultura Leandro Carvalho que a prática do estilingue de dedeira, forquilha, bodoque e boleadeira seja reconhecida como Bem Imaterial e Cultural do Estado de Mato Grosso.

Na justificativa, Meraldo Sá justifica que reconhecer o estilingue como Bem Imaterial e Cultura de Mato Grosso significa valorizar a cultura milenar popular. “Dada a importância da mesma, esperamos contar com apoio dos Nobres Pares para que seja aprovada e acolhida pelas autoridades”, diz trecho da indicação.

O projeto de indicação foi lido na sessão vespertina desta quarta (15). Após aprovação dos deputados, será encaminhado à secretaria estadual de Cultura (SEC) para os devidos encaminhamentos.

Leia, AQUI, a indicação apresentada por Meraldo.

Veja também

RESPONSABILIDADE FISCAL Câmara de Acorizal afasta prefeito por 90 dias
NOVO PROGRAMA ESCOLAR Governo lança o programa Anjos da Escola na próxima segunda-feira
NA CÂMARA Vereador realiza petição online contra empresa e a acusa de fazer venda casada
POLÍCIA CIVIL Wancley comemora aprovação de reconhecimento de nível superior para Polícia Civil
DESARMAMENTO Senador de mato-grossense propõe novo plebiscito sobre desarmamento
EMPRÉSTIMOS Servidores públicos obterão empréstimo com até 96 meses para pagar; juros a partir de 1,80% podem ser reduzidos
Publicidade

Copyright © 2013 - 2017 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados