ASSEMBLEIA

Meraldo deixa projeto para bodoque ser declarado Bem Imaterial de MT 1382


O suplente de deputado estadual Meraldo Sá (PSD), que substituiu o correligionário Gilmar Fabris entre dezembro de 2015 e março do ano passado, deixou uma indicação inusitada tramitando na Assembleia. O social-democrata indicou ao secretário estadual de Cultura Leandro Carvalho que a prática do estilingue de dedeira, forquilha, bodoque e boleadeira seja reconhecida como Bem Imaterial e Cultural do Estado de Mato Grosso.

Na justificativa, Meraldo Sá justifica que reconhecer o estilingue como Bem Imaterial e Cultura de Mato Grosso significa valorizar a cultura milenar popular. “Dada a importância da mesma, esperamos contar com apoio dos Nobres Pares para que seja aprovada e acolhida pelas autoridades”, diz trecho da indicação.

O projeto de indicação foi lido na sessão vespertina desta quarta (15). Após aprovação dos deputados, será encaminhado à secretaria estadual de Cultura (SEC) para os devidos encaminhamentos.

Leia, AQUI, a indicação apresentada por Meraldo.

Veja também

MULTADOS Ex-prefeito e ex-secretário são multados por contratar servidores públicos sem concurso público
FATO NOVO PARA 2018 “Se eu continuar no TCE, serei infeliz”, diz Antonio Joaquim
PRESTAR CONTAS Assembleia tenta passar para deputados a responsabilidade de prestar contas de verba de gabinete, mas pleno do TCE veta
R$ 503 mil Após polêmica sobre salário de juiz de Sinop, Amam diz que outros 84 receberam
BANCO DE MINISTRO Banco do ministro Blairo Maggi começará a operar nos próximos dias em Cuiabá
REELEIÇÃO 2018 Pedro Taques comunica deputados sobre projeto de reeleição em 2018 e recebe manifestações de apoio
Publicidade

Copyright © 2013 - 2017 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados