ECONOMIA

Governo mantém ICMS de 7% até junho para saída de boi em pé 177


O Governo do Estado manterá em 7% a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) incidente sobre as operações interestaduais de boi em pé. Conforme decreto nº 902, o ICMS de 7% terá vigência até o dia 30 de junho de 2017 e a redução, neste primeiro momento, foi maior que os 9% previstos inicialmente no mês passado. Apenas a partir de 1º de julho a alíquota passará a ser de 9%.

A medida, já havia sido anunciada pelo governador Pedro Taques, e consta do Decreto nº 902 publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (30), que revoga o decreto anterior (nº 777) que previa aumentar para 12% a alíquota a partir desta sexta-feira, 1º de abril.

O governador determinou que o Executivo apoiasse o setor de produção de carne do Estado, que neste momento merece atenção em função da Operação Carne Fraca, segundo o secretário de Fazenda, Gustavo de Oliveira. “Infelizmente, por conta da crise gerada no setor, indústrias do estado estão paralisando suas atividades, dando férias coletivas. Com isso o produtor de Mato Grosso se depara com um mercado ainda menor para vender os bovinos.

O secretário informa que o adiamento da elevação da alíquota para a saída do boi em pé poderá ter o prazo estendido. “Ao final do primeiro semestre vamos reavaliar se vai para 9% ou não. Vai depender de como a atividade econômica se comportará até lá”, acrescenta.

Além disso, para o secretário de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Ricardo Tomczyk, a medida poderá ajudar diretamente na questão de mercado. “A manutenção da alíquota interestadual em 7%, nesse momento, é importante para evitar uma queda ainda maior nos preços da arroba, uma vez que os reflexos dos problemas com o mercado da carne já motivaram a diminuição da escala de abates em Mato Grosso. Plantas frigoríficas estão em férias coletivas e o momento é de cautela”.

Veja também

MULTIRÃO DA ENTREGA Correios realizam mutirões neste fim de semana para regularizar entregas
QUEDA MT tem maior queda no volume de bovinos abatidos na comparação com ano passado
MAIS EMPREGOS Mato Grosso tem saldo positivo de 1.882 novos postos empregos
AINDA GREVE Correios segue em negociação com sindicatos
CONCURSO IFMT lança concurso público para professor e técnico administrativo com salário de até R$ 10 mil
INCÊNDIO Queimadas deixam situação do ar crítica em Cuiabá
Publicidade

Copyright © 2013 - 2017 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados