• Diamantino, 22/06/2018
  • Dólar: R$
  • Euro: R$
  • Fonte Yahoo Exchange
IFMT

Ministério Público investiga servidores do IFMT; professores são alvos 292


Fotografia: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

O Ministério Público Federal instaurou quatro inquéritos para investigar irregularidades cometidas por servidores do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT). Alguns professores são alvos dos procedimentos.

Conforme portarias assinadas pelo procurador da República Marcellus Barbosa Lima, um dos inquéritos investiga acúmulo indevido de cargos por servidores do IFMT que exerciam dois ou mais cargos, empregos ou funções inacumuláveis.

O segundo inquérito investiga o acúmulo indevido de cargos públicos por servidores ativos do IFMT que ocupavam a posição de sócios administradores em empresas privadas.

O terceiro inquérito investiga o acumulo indevidos de cargos públicos por servidores ativos do IFMT que exerciam emprego privado cuja jornada é incompatível com o serviço público.

O quarto inquérito investiga o acúmulo indevido de cargos públicos por professores do IFMT em regime de dedicação exclusiva.

Os procedimentos são embasados por relatórios da Controladoria Geral da União. Não foi divulgado prazo para encerramento dos inquéritos.

Veja também

MULTA Produtores da região de Tangará são multados em mais de R$ 120 mi por cultivar soja em terra indígena
UM QUARTO MT deve colher mais de 25% da produção de grãos, cereais e oleaginosas do país na safra 2018, estima IBGE
SEGUNDA VEZ BR-364 será totalmente interditada nesta quinta para recuperação de ponte
SELETIVO Prefeitura de Rosário Oeste vai abrir seletiva para contratar Agente Comunitário de Saúde
ECONOMIA Preço do frete aumenta, agricultores de MT não conseguem escoar a produção de milho e armazéns estão lotados em Diamantino
CONCURSO Iphan abre concurso público com 411 vagas e salários que chegam a R$ 5 mil
Publicidade

Copyright © 2013 - 2018 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados