• Diamantino, 22/06/2018
  • Dólar: R$
  • Euro: R$
  • Fonte Yahoo Exchange
DESRESPEITO AO CIDADÃO

Motoristas chegam a esperar 5 horas para renovar CNH no Detran 180

Usuários denunciam descaso e falta de estrutura; mudança na avaliação médica piorou situação


Fotografia: Alair Ribeiro/MidiaNews

Centenas de pessoas que passam pelo Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran) diariamente estão tendo que enfrentar filas por até cinco horas, muitas vezes sujeitas à chuva e ao Sol.

 

A reportagem esteve na sede do Detran em Cuiabá, nesta semana, e constatou o transtorno que tem sido realizar a maioria dos procedimentos.

 

A área destinada para a habilitação tinha pessoas sentadas no chão, pois todos os assentos estavam ocupados, além de haver pouco espaço para transitar pelo ambiente.

 

Muitos que tentavam renovar a CNH acabavam desistindo devido à demora.  Alguns chegaram a esperar mais de cinco horas para conseguir atendimento.

 

O corretor de imóveis Vinícius Alvino, de 29 anos, que já tentou renovar a carteira em dois lugares diferentes, relatou a penúria para conseguir concluir o processo.

 

“Eu fui lá no Detran do Coxipó e havia mais de 300 pessoas na minha frente. Não consegui. Tive que vir aqui [sede do Detran], pegar senha mais uma vez. É a segunda vez que estou tentando renovar a habilitação e está lotado”, revelou.

 

Ele estava indignado com o descaso. “Todo setor em que você vai está lotado. Isso não se faz com a população”, protestou o corretor.

 

Já a aposentada Marise Ramos, de 60 anos, esperou cerca de cinco horas para tirar uma foto e foi embora sem conseguir.

 

“O atendimento do Detran é péssimo. É muito demorado e [os funcionários] ficam culpando o sistema eletrônico, a internet. Por que não colocam aparelhagens potentes, já que o Detran é uma máquina de ganhar dinheiro?”.

 

Ela ainda criticou a espera na distribuição das senhas. “Eu demorei duas horas para pegar a senha. E observei na fila todo mundo reclamando”.

 

Além disso, a aposentada também denunciou que idoso não tem preferência no atendimento, que é garantida por lei.

 

“Primeiro que idoso não tem vez. É tudo igual. Estacionamento para idoso não funciona, ninguém ali tem cartão”, informou Marise.

 

Jânio Augusto, de 57 anos, que é autônomo, também ficou mais de três horas esperando para ser atendido e ainda passou meia hora na fila para conseguir retirar uma senha.

 

“Na hora em que cheguei e fui pegar uma senha, a fila não andava e isso era em torno de 12h15”, afirmou.

 

Jânio também se mostrou preocupado por todo o tempo que passou no órgão público. “Em um dia só você não consegue fazer. Eu já perdi uma tarde aqui e não posso faltar no serviço porque lá dependem de mim”.

 

Para o autônomo, a mudança de local para realizar os exames oftalmológicos só piorou uma situação que já era ruim.

 

“Antes você fazia o exame de vista aqui e voltava rápido para terminar os processos. Agora tem que ir em outros lugares, enfrentar trânsito, voltar de novo aqui e pegar senha. Essa mudança para fazer o exame só piorou a situação”, expôs.

 

A alteração dos locais de exames médicos e psicológicos entrou em vigor em junho de 2017. Os procedimentos médicos, que antes eram oferecidos na sede do Detran e no Ganha Tempo de Várzea Grande, passaram a ser realizados nos consultórios dos próprios médicos credenciados.

 

Essa mudança fez com que os motoristas passassem a ter que marcar consultas nos consultórios de médicos credenciados, muitas vezes em pontos distantes de onde moram.

 

Ele acredita que a negligência do Detran contra a população precisa ser revertida com urgência.

 

“O povo não pode ficar do jeito que está aqui, não. Isso é um descaso. Tem que melhorar muito isso aqui e o mais rápido possível”.

 

Para Jânio, a solução para a superlotação seria a criação de mais postos de atendimentos.

 

“Porque só aqui que estão fazendo as coisas e isso dificulta ainda mais para a gente”, sugeriu.

 

O outro lado

 

A assessoria de imprensa do Detran informou que os atendimentos médicos são distribuídos equitativamente conforme a determinação do Conselho Federal de Medicina.

 

Ainda alegou que, por causa da limitação do espaço físico da sede e de uma decisão judicial, não é possível acomodar todos os profissionais médicos no mesmo prédio.

 

Em relação ao atendimento prioritário, o Detran afirmou que distribui senhas diferenciadas para o usuário que precisa deste tipo de serviço.

 

A assessoria revelou ainda que está implementando um sistema mais ágil para a renovação da CNH, ainda em estruturação, tendo como medidas por exemplo a realização do agendamento online.

 

A assessoria ainda reforçou que as denúncias e reclamações podem ser feitas pelo SIC (Serviço de Atendimento ao Cliente), no site do do órgão.

Veja também

MULTA Produtores da região de Tangará são multados em mais de R$ 120 mi por cultivar soja em terra indígena
UM QUARTO MT deve colher mais de 25% da produção de grãos, cereais e oleaginosas do país na safra 2018, estima IBGE
SEGUNDA VEZ BR-364 será totalmente interditada nesta quinta para recuperação de ponte
SELETIVO Prefeitura de Rosário Oeste vai abrir seletiva para contratar Agente Comunitário de Saúde
ECONOMIA Preço do frete aumenta, agricultores de MT não conseguem escoar a produção de milho e armazéns estão lotados em Diamantino
CONCURSO Iphan abre concurso público com 411 vagas e salários que chegam a R$ 5 mil
Publicidade

Copyright © 2013 - 2018 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados