• Diamantino, 18/12/2018
  • Dólar: R$
  • Euro: R$
  • Fonte Yahoo Exchange
EM NOVA MUTUM

Dupla acusada de matar homem com 11 tiros vai a júri 273


Fotografia: Reprodução

Serão submetidos a júri popular, na próxima sexta-feira (3), dois suspeitos de envolvimento no homicídio de Jonas Almeida Cavalcante, 30 anos. Os dois teriam disparados 11 tiros (conforme informações da Polícia Civil) contra a vítima, que morreu na hora, em um estabelecimento comercial na rua dos Cedros, no bairro Lírios do Campo. O crime aconteceu em maio do ano passado.

Além do homicídio qualificado, cometido de maneira cruel e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima, a dupla também responderá por corrupção de menor de idade. Isso porque, conforme a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), um adolescente teria participado do crime, pegando a arma de um dos suspeitos e atirado em Jonas, quando este já estava caído.

Segundo a denúncia, o assassinato foi motivado por uma discussão entre a vítima e a companheira de um dos acusados. Para defender a namorada, o réu teria colocado a mão no peito de Jonas e dito “algo”. A vítima, então, teria desferido um tapa no acusado, que sacou o revólver e atirou. O outro acusado também estaria no local, pegado uma arma e atirado. Em seguida, o menor teria pegado um dos revólveres e disparado contra Jonas.

A defesa dos dois acusados alegam que não há indícios ou provas de que ambos participaram do homicídio. Os dois acusados seguem presos na cadeia pública de Nova Mutum.

Veja também

PEGOS Bando de menores tenta invadir banco e é preso em Acorizal
FOLHA MAX PC recupera gado roubado de fazenda em MT
POR DENÚNCIA Vulgo “Me chupa” é preso por tráfico de Drogas em Diamantino
ENCOMENDADAS Bandidos furtam peças de carreta em pátio de posto
EM ROSÁRIO OESTE Adolescente é detido por dirigir sem habilitação e com droga
EM ARENÁPOLIS Homem bêbado invade calçada e quase atropela 3 mulheres
Publicidade

Copyright © 2013 - 2018 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados