• Diamantino, 22/10/2018
  • Dólar: R$
  • Euro: R$
  • Fonte Yahoo Exchange
ÍNDICE

Geração de emprego em Mato Grosso cai em 2018 378

Agropecuária foi o setor que gerou mais postos de trabalho em julho; ao todo, foram 5 mil novos empregos


Fotografia: Reprodução

Mato Grosso teve queda de 35,85% na geração de empregos em 2018, se comparado ao mesmo período do ano passado. O índice foi divulgado pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), nessa quarta-feira (22).

 

No país, no entanto, teve o melhor desempenho dos últimos seis anos.

 

Neste ano, o número de postos de formais de trabalho criados este ano, em Mato Grosso, é 5.186, enquanto em julho de 2017 foram gerados 8.085 empregos.

 

Em nível nacional, foram feitas 47.319 contratações com carteira assinada. O melhor índice dos últimos seis anos.

 

Assim como todo o país, Mato Grosso atravessou uma séria crise econômica nos últimos três anos, o que ocasionou baixos índices de empregabilidade em 2015 e 2016.

 

O setor com melhor colocação este ano foi agropecuária, com 2,35% dos empregos gerados. Seguido pela construção civil, com 2,07% e, em terceiro lugar, o setor de serviços, com 2,02% dos postos criados este ano.

 

O município com melhor geração de emprego em julho foi Aripuanã, com 2,18% dos postos gerados, seguido por Primavera do Leste, com 2,04% e Peixoto de Azevedo, com 1,05%.

Veja também

CONFORME DPVAT Acidentes de trânsito com vítimas caem 18% até agosto
OPORTUNIDADE Prefeitura abre processo seletivo para todos os níveis de escolaridade; salários chegam a R$ 12,4 mil
CAMPANHA Prefeitura Municipal realiza ações de fortalecimento do Outubro Rosa
ZONA RURAL Estrada que dá acesso ao assentamento Nossa Senhora Aparecida recebe recuperação
ECONOMIA Projetos de investimentos para construção da Ferrogrão serão apresentados em Sinop
COMPARTILHANDO FELICIDADE Empresa distribui mais de mil doces e brinquedos em comemoração ao dia das crianças
Publicidade

Copyright © 2013 - 2018 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados