• Diamantino, 23/09/2018
  • Dólar: R$
  • Euro: R$
  • Fonte Yahoo Exchange
JUSTIÇA

Ministro cassa decisão que determinou paralisação de obras de hidrelétrica 141


Fotografia: Reprodução

 

 

Foi cassada a decisão que determinava a paralisação das obras de implantação da Pequena Central Hidrelétrica Maracanã (PCH), no Município de Nova Marilândia (MT). A paralisação havia sido determinada pelo Tribunal de Justiça, numa ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Estadual (MPE) para embargar a obra até a apresentação de documentos relativos ao impacto ambiental.

A Maracanã Energética S.A recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) e o ministro Gilmar Mendes entendeu que a decisão do TJ violou a Súmula Vinculante (SV) 10 do STF, que trata da cláusula de reserva de plenário. O dispositivo estabelece que somente pelo voto da maioria absoluta de seus membros ou dos membros do respectivo órgão especial os tribunais podem declarar a inconstitucionalidade de lei ou ato normativo do Poder Público. Com isso, mandou retomar a obra.

Ao julgar procedente da reclamação da Maracanã Energética S.A, o ministro determinou que o TJ tome outra decisão no caso, seguindo o artigo 97 da Constituição Federal. (Com Assessoria)

Veja também

SENAI Assistência Social de Diamantino abre vagas para curso de Pedreiro, saiba como se inscrever
ACIDENTE Carreta carregada com sementes de soja tomba e deixa rodovia interditada em Sorriso
INCÊNDIO Tangará da Serra está entre os 30 municípios com mais queimadas em MT
RIOS Região de Diamantino receberá ações de preservação às nascentes do Rio Paraguai
CLIMA Diamantino e região devem ter tempestades de granizo
EM DIAMANTINO Prefeitura abre prazo para contribuintes em execução fiscal até Dezembro
Publicidade

Copyright © 2013 - 2018 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados