• Diamantino, 23/09/2018
  • Dólar: R$
  • Euro: R$
  • Fonte Yahoo Exchange
CPI dos Transporte

Gestão Eduardo e Gaúcho começa a ser investigada 123


Fotografia: Reprodução

Na sessão da Câmara Municipal de Diamantino da última segunda-feira, 10, foi aprovado um requerimento para instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a prestação de serviços à Prefeitura Municipal por parte de uma empresa terceirizada de transporte escolar, a qual recebeu mais de dois milhões e meio de reais.

 

O prefeito Eduardo Capistrano (PDT) e o vice-prefeito são alvos das investigações.

 

Segundo informações, por meio de uma modalidade conhecida como carona, a empresa foi contratada para prestar serviços de transporte escolar e há suspeitas de várias irregularidades.

 

“O vice-prefeito, Claudimar Barbacovi, tem forte influência, as informações é de que seria o elo entre a empresa e o Município, fato que deverá ser investigado pela CPI”.

 

As investigações já vêm ocorrendo há meses, com anotações de depoimentos de envolvimento de membros da administração em relações íntimas com a empresa envolvida.

 

Outro fato que chama a atenção é o prejuízo causado ao município, tratando de valores quase dobrados, levando em conta os valores da gestão anterior com o mesmo serviço por cada quilômetro rodado pelos ônibus.

Veja também

SENAI Assistência Social de Diamantino abre vagas para curso de Pedreiro, saiba como se inscrever
ACIDENTE Carreta carregada com sementes de soja tomba e deixa rodovia interditada em Sorriso
INCÊNDIO Tangará da Serra está entre os 30 municípios com mais queimadas em MT
RIOS Região de Diamantino receberá ações de preservação às nascentes do Rio Paraguai
CLIMA Diamantino e região devem ter tempestades de granizo
EM DIAMANTINO Prefeitura abre prazo para contribuintes em execução fiscal até Dezembro
Publicidade

Copyright © 2013 - 2018 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados