EMPRÉSTIMOS

Servidores públicos obterão empréstimo com até 96 meses para pagar; juros a partir de 1,80% podem ser reduzidos 419


Fotografia: Reprodução

Com prazo de cobertura de até 96 meses, os mais de 78 mil funcionários públicos estaduais de Mato Grosso poderão contratar empréstimos com taxas iniciais de 1,80% a partir desta segunda-feira (18).

O acordo, firmado entre o banco Sicredi e a Secretaria de Estado de Gestão (Seges), foi assinado no início da manhã e garante crédito consignado aos trabalhadores, que terão as parcelas descontadas diretamente na folha de pagamento.

Segundo o secretário Júlio Modesto, a iniciativa beneficia diretamente o servidor, uma vez que a instituição financeira tem interesse em fornecer a educação financeira do cliente em um cenário de longo prazo.

“O que percebemos hoje no fluxo financeiro das operações é que o crédito abundante e barato às vezes é tomado sem necessidade. Ele é induzido a tomar o crédito em muitas ocasiões, e nós estamos trabalhando com educação financeira na ponta”, afirma.

Ele reforça ainda que o endividamento consciente oportuniza ao servidor um menor nível de comprometimento de renda. “Quando o orçamento familiar está muito ancorado na dívida, ele vive buscando os bancos como alternativa aos problemas, então temos que mostrar que os bancos e cooperativas podem auxiliar de maneira mais ampla”, diz.

Um projeto piloto para as contratações já vinha sendo desenvolvido na Capital, onde estão concentrados 32,8% dos servidores do Estado, o que corresponde a 25636 pessoas. Assim, até a última semana foram abertas 55 contas e liberados cerca de R$ 1,1 milhão. De acordo com o Sicredi, depois de Cuiabá, a cidade com segundo maior número de funcionários públicos é Várzea Grande, com 4458, seguida por Rondonópolis, com 4310.

Hoje, pelo menos seis bancos já oferecem o crédito consignado aos servidores, no entanto, segundo Modesto, desde 2015 não havia dados sobre as operações, como o grau de comprometimento ou a margem dos empréstimos. “A partir daí iniciamos um processo de migração com outra administradora, mas o principal era ter governança sobre os empréstimos consignados. O próximo passo é aumentar a relação de bancos que ofertarão esse tipo de crédito.”

O presidente da Central Sicredi Centro Norte, João Carlos Spenthof, explica que, para obter o crédito, é necessário procurar uma agência da instituição para se associar, verificando os procedimentos necessários. Há ainda a possibilidade de transferir o crédito de outra instituição financeira para o Sicredi. Ele lembra que há 138 agências espalhadas por Mato Grosso, sendo que 30 dessas são as únicas unidades bancárias em seus municípios, o que deverá facilitar o acesso aos moradores destas localidades.

Além disso, o gestor destacou a possibilidade de redução na cobrança das taxas, já reduzidas, uma vez que, diferente do que acontece na maioria das instituições, o servidor passa a ser dono do emprrendimento. “A taxa de juros, de 1,80% ao mês, já bastante competitiva, pode ser ainda reduzida com a queda da Selic. O servidor, por ser dono da sua cooperativa poderá ter a taxa reduzida a medida que vai participar dos resultados da sua instituição, já que ele é dono.”

Público potencial

Os números do Governo do Estado apontam que a Pasta com mais servidores é a de Educação, com um total de 47.487 profissionais, seguida pela Polícia Militar (PM) com 7665, e a Saúde com 4162. Os número mostram ainda que os salários chegam a R$15 mil, sendo que 18% (14.354 servidores)ganham entre R$ 1 mil e R$ 2 mil; 14%  (11.310) ganham de R$ 3 mil a R$ 4 mil; 12% (9698) recebem de R$4 mil a R$  5 mil e 10% (7424) tem remuneração mensal de R$ 5 mil a R$ 6mil.

Veja também

RESPONSABILIDADE FISCAL Câmara de Acorizal afasta prefeito por 90 dias
NOVO PROGRAMA ESCOLAR Governo lança o programa Anjos da Escola na próxima segunda-feira
NA CÂMARA Vereador realiza petição online contra empresa e a acusa de fazer venda casada
POLÍCIA CIVIL Wancley comemora aprovação de reconhecimento de nível superior para Polícia Civil
DESARMAMENTO Senador de mato-grossense propõe novo plebiscito sobre desarmamento
SEGURANÇA DO TRABALHO TELHADO DA CÂMARA DE VG DESABA E TRABALHADOR CAI EM CIMA DE SERVIDORA
Publicidade

Copyright © 2013 - 2017 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados