CURSOS

Taques pede ao Conselho da Unemat abertura de cursos em Cuiabá e Rondonópolis 1004


Fotografia: MaykeToscano Gcom-MT

O governador Pedro Taques anunciou nesta segunda-feira (10.04) que pediu ao Conselho Universitário (Consuni) da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) a abertura de um campus em Cuiabá e a abertura de dois cursos de graduação em Rondonópolis. O conselho deve se reunir nos próximos dias para avaliar o pedido do Poder Executivo. A abertura dos cursos nas duas cidades foi uma das propostas apresentadas à população em 2014.

Segundo o governador, caso o pedido seja atendido, Cuiabá passará a contar com turmas especiais dos cursos de Direito, Administração e outro voltado ao agronegócio. Rondonópolis pode receber os cursos de Letras e Computação. Em ambos os casos, os cursos serão ofertados em estrutura já existente da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc), com os professores da Unemat.

“Eu solicitei um estudo e o Conselho Universitário será ouvido, porque a Constituição Estadual determina a autonomia do Consuni. O meu pedido foi para que possamos ter vestibular para dois cursos em Rondonópolis, que é um sonho da região e um desejo do governador, mas temos que respeitar o conselho, para que tenhamos a Unemat aqui no Vale do Rio Cuiabá. Então, é possível que nós já tenhamos vestibular para Unemat aqui em Cuiabá também”, disse o governador.

Taques destacou que a Escola Técnica Estadual (ETE), que está em construção na Morada do Ouro, irá abrigar os cursos de Cuiabá. No entanto, a unidade só ficará pronta em dezembro desde ano. Até lá, os cursos de Cuiabá seriam ofertados em uma escola estadual. “O cidadão do Vale do Rio Cuiabá tem esse sonho, que por direito vai se concretizar”, afirmou.

O governador destacou ainda que a Unemat tem um corpo docente com grau máximo de excelência e afirmou que o Estado já tem os recursos necessários para as diárias pelos deslocamentos dos professores para Cuiabá.

Faculdade Tecnológica

Em entrevista coletiva, Taques também destacou que o Governo do Estado busca viabilizar a implantação da faculdade tecnológica nos prédios das ETEs e com o corpo docente também da Unemat. “Aqui, a Unemat e a Secitec já estão conduzindo isso, para que possamos anunciar a abertura dos cursos o mais rápido possível”, garantiu o governador.

Veja também

DESARMAMENTO Senador de mato-grossense propõe novo plebiscito sobre desarmamento
EMPRÉSTIMOS Servidores públicos obterão empréstimo com até 96 meses para pagar; juros a partir de 1,80% podem ser reduzidos
SEGURANÇA DO TRABALHO TELHADO DA CÂMARA DE VG DESABA E TRABALHADOR CAI EM CIMA DE SERVIDORA
TRIBUTOS Fecomércio quer Frente Parlamentar contra Pirataria e contrabando
APOIO A INVESTIGAÇÂO Seis vereadores de Cuiabá apoiam investigação contra Pinheiro
COTA DE MULHERES Justiça cassa chapa por ter candidaturas fictícias; decisão muda quociente eleitoral
Publicidade

Copyright © 2013 - 2017 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados