• Diamantino, 19/12/2018
  • Dólar: R$
  • Euro: R$
  • Fonte Yahoo Exchange
POLÍCIA CIVIL

Veja lista dos aprovados no concurso público para delegado com salários de R$ 19 mil 236


Fotografia: Reprodução

Foi divulgado nesta quinta-feira (8), o resultado final do concurso público para delegado da Polícia Civil de Mato Grosso com salário de R$ 19 mil. Ao todo, foram 13 mil inscritos e após suspeita de fraude, houve a suspensão por 60 dias, até a conclusão do inquérito presidido pela Gerência de Combate do Crime Organizado (GCCO) e do inquérito civil do Ministério Público Estadual (MPE). Ao final das diligências, foi concluído que não houve fraude.

O governador Pedro Taques (PSDB) havia assumido o compromisso de nomear pelo menos 150 aprovados no concurso para delegado da Polícia Judiciária Civil, realizado durante sua administração. Taques informou que, apesar de o Estado estar no limite estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) para o chamamento de novos servidores, tem respaldo para fazer contratações em áreas essenciais como as de segurança, saúde e educação. Para isso, o Executivo fará um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público Estadual (MPE).

Anulação

Conforme noticiado com exclusividade pelo Olhar Direto, os candidatos pediram a anulação do concurso, alegando fraude na aplicação das provas realizadas no dia 8 de outubro. Uma das principais irregularidades denunciadas foi quanto ao vazamento de fotos da folha de respostas da prova.

O concurso estava marcado para as 15h, no entanto, por volta das 14h diversas imagens do gabarito já circulavam em grupos de whatsapp. O uso de aparelhos eletrônicos no local das provas era proibido.

Em um dos locais onde a prova deveria ser aplicada, um delegado precisou entrar na sala para acalmar os ânimos dos candidatos que causaram tumulto após perceber que os pacotes haviam sido abertos. Ele alegou que o erro teria sido ocasionado pela gráfica responsável pela impressão das provas, mas que tal fato não implicaria no andamento do concurso.

Um Inquérito Civil havia sido instaurado para apurar uma suposta violação de um envelope que continha as provas para o concurso para delegado substituto da Polícia Civil realizadas em novembro do ano passado.

Por causa isso o concurso havia sido suspenso por 60 dias, até a conclusão do inquérito policial presidido pela Gerência de Combate do Crime Organizado (GCCO) e do inquérito civil do Ministério Público Estadual (MPE). Ao final das diligências, foi concluído que não houve fraude.

“Ante o exposto, esgotadas as diligências necessárias ao esclarecimento dos fatos, promove-se o ARQUIVAMENTO do presente Inquérito Civil por não se vislumbrar motivos para a propositura de ação civil pública questionando a legitimidade do resultado das provas escritas objetiva e dissertativa aplicadas no dia 08.11.2017, integrantes da primeira fase do concurso público objeto do Edital nº 01 – PJC/MT de 17.03.2018”, diz o trecho da decisão da decisão.

Confira AQUI a lista com o resultado final.

Veja também

Sono ao volante Taxa de mortalidade em acidentes nas rodovias é de 20%
ECONOMIA Venda direta de etanol das usinas para postos pode causar desabastecimento no país e dificultar fiscalização
TEMPO Semana deve continuar com pancadas de chuva em Cuiabá; 33 cidades de MT com alerta de granizo e temporal
EDUCAÇÃO Campus da Unemat em Nova Mutum passará por adequações
FAEPEN Faepen abre inscrições para contratação de professores para Engenharia de Alimentos da Unemat
DADOS IMEA Após sequência de quedas, custo da lavoura de soja dispara e é o maior em 5 anos no MT
Publicidade

Copyright © 2013 - 2018 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados