• Diamantino, 24/01/2019
APÓS TRÊS MESES

Câmara analisa representação contra vereador tangaraense por agressão 581


Fotografia: Reprodução

Três meses depois da suposta agressão, o ex-comunicador Antônio Carlos Soares Ribeiro protocolou na Câmara Municipal de Tangará da Serra uma representação contra o vereador Nilton Dalla Pria (MDB). O documento foi apresentado no dia 24 de agosto.



Na representação, Carlos Ribeiro solicita investigação em face a conduta violenta do vereador praticada contra ele em maio deste ano. Na ocasião, segundo narrou na época a vítima, por causa de uma brincadeira realizada em aplicativo de conversas, o vereador o procurou no serviço e o agrediu sem nenhuma explicação.



Sobre o requerimento, o presidente da Câmara de Tangará, vereador Hélio José Schwaab (PSD) explicou que o documento está sendo analisado pela Assessoria Jurídica da Câmara de Vereadores, pois não há uma Comissão de Ética instalada na Casa. “E somente depois da orientação do jurídico que iremos saber o que vamos fazer”, acrescenta.



Já o vereador Niltinho afirmou estar tranquilo com a situação, pois, segundo ele, não houve agressão. “Apenas me defendi, porque ele quem veio pra cima de mim. Não é porque sou vereador que vou apanhar”, respondeu Niltinho, ao afirmar que também apresentou documentalmente sua defesa, incluindo Boletim de Ocorrência contra Carlos Ribeiro, exame de Corpo Delito e gravações.

Veja também

CRISE Editorial da Folha aborda crise financeira de MT e sugere flexibilização de estabilidade no serviço público!
PACOTÃO DE MENDES Novato: deputados atuais têm legitimidade para aprovar projetos
Nova Mutum Rosariense Altair Albuquerque é eleito presidente da câmara de Nova Mutum
Wener Santos foi convidado para assumir a Secretaria Adjunta de Cidades
SUSPENSO Justiça derruba atos da Câmara e devolve cargo à prefeita de Denise
BBC Da cadeia, Lula diz que venceria Bolsonaro e acusa Moro de ‘fazer política e não justiça’
Publicidade

Copyright © 2013 - 2019 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados