• Diamantino, 22/08/2019
2020

Botelho diz que deixará decisão sobre futuro político para 2020

Presidente da AL disse que avaliou a situação durante o período de licença, mas


Fotografia: Internet

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), confirmou ter usado seus 47 dias de licença da Casa de Leis para fazer uma reflexão sobre seu futuro político. Entretanto, disse que a decisão ficará para 2020.


 


O nome do democrata vem sendo ventilado como forte candidato às eleições do próximo ano, tanto para a Prefeitura de Cuiabá quanto para a de Várzea Grande. Atualmente, seu título de eleitor está na Capital.


 


“Fiz uma análise. Deu para pensar, mas preciso pensar mais. Essa discussão, nós vamos deixar para o próximo ano”, afirmou à imprensa, nesta segunda-feira (03).


 


Antes da licença, Botelho havia afirmado se sentir preparado tanto para ser prefeito de Cuiabá como de Várzea Grande. Mas citou que as condições eleitorais para ser candidato ainda precisavam ser analisadas.


 


Segundo ele, é preciso “calma” para escolher o futuro político.


 


“Eu agradeço muito ser lembrado para as duas disputas, mas é uma discussão que tem que ficar para o ano que vem. Não é discussão para este ano. Tem que ter muita calma para essa decisão”, disse.


 


“São coisas que vão acontecer ao longo do tempo. Ainda não é o momento de discutir candidatura. Estamos a mais de um ano da eleição e é cedo para discutir isso”, completou.

Veja também

CHUVA Chuva marca final de tarde em Cuiabá nesta quarta-feira
MATO GROSSO Filhos investigam, descobrem que pai matou a mãe em SC há 37 anos e denunciam crime em MT
ALTO PARAGUAI Prefeita anuncia recuperação de estradas rurais
ACIDENTE EM DIAMANTINO Acidente no trevo de Alto Paraguai após festa de formatura fez 3 vitimas
PREVENTIVA Polícia Civil realiza palestras preventivas em Santo Afonso e Nova Marilândia
ALTO PARAGUAI Deputados se valem de votação secreta para trair Governo Mauro
Publicidade

Copyright © 2013 - 2019 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados