• Diamantino, 18/08/2022
ALTO PARAGUAI

PM expulsa soldado condenado por ataques a caixas eletrônicos

J.J.S. foi condenado a 36 anos e 4 meses; comandante diz que ele maculou honra da corporação


O Comando Geral da Polícia Militar de Mato Grosso demitiu das fileiras da corporação o soldado reformado J.J.S., condenado por integrar uma quadrilha especializada em ataque a caixas eletrônicos no Estado.


 


A demissão foi assinada pelo comandante-geral da PM, coronel Alexandre Corrêa Mendes, e publicada nesta quinta-feira (4).


 


O policial foi condenado em 2013 pela 7ª Vara Criminal de Cuiabá a 36 anos e quatro meses de prisão em regime fechado e também à perda do cargo na corporação.


 


Na portaria de demissão, o comandante-geral afirmou que o soldado é “incapaz de permanecer na inatividade, por contrariar o pundonor policial militar, maculando a honra e o decorro da classe”.


De acordo com denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), a quadrilha agia utilizando explosivos para arrombar terminais de autoatendimento, principalmente aqueles localizados em pequena cidades do interior do Estado.

O grupo agiu em Santa Helena, Nortelândia, Alto Paraguai, Denise, Barra do Bugres, São Pedro da Cipa e Nossa Senhora do Livramento.

Ainda segundo a denúncia do Gaeco, o policial militar era um importante membro da organização criminosa, já que era o encarregado da segurança, dando suporte às fugas aos demais integrantes do bando.


 


Além de J.J.S., outros 10 integrantes da quadrilha foram condenados pela Justiça.


 


Em mais de dois anos, conforme a denúncia, o bando conseguiu roubar mais de R$ 550 mil de caixas eletrônicos.

Veja também

OPERAÇÃO CUPICHA Polícia Federal realiza buscas na Secretaria de Saúde de Cuiabá
BOM JEUS Dupla morre em confronto com PM após roubo com reféns em MT
VANDALOS Lâmpadas da Escadaria são quebradas por vândalos pela quarta vez em menos de seis meses
NOBRES Criança de 6 anos é levada para hospital após agressão feita pelo pai
DIAMANTINO Casal é preso por chantagear e exigir dinheiro de mulher para não difamá-la no trabalho em MT
DIAMANTINO Dois são presos no bairro Buriti em Diamantino
Publicidade

Copyright © 2013 - 2022 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados