• Diamantino, 12/12/2019
SE IRRITOU COM ULTRAPASSAGEM

Polícia prende homem que perseguiu, atirou e matou agrônoma

Julia Barbosa estava com o namorado em uma caminhonete quando foi baleada na cabeça, em Sorriso



A Polícia Civil prendeu, neste domingo (10), o suspeito de atirar e matar a paranaense Julia Barbosa de Souza, de 28 anos, em Sorriso (a 420 km de Cuiabá). O homem foi identificado pelas iniciais J.F.


O crime ocorreu na madrugada de sábado (9). O suspeito - que dirigia uma caminhonete - não teria gostado de ter sido ultrapassado pelo carro onde a vítima estava com o namorado e passou a persegui-los, atirando e matando a mulher.


Segundo o delegado André Ribeiro, o suspeito fugiu após o crime, mas as imagens capturadas por câmeras de segurança ajudaram na identificação dele.


J.F. se entregou na tarde de ontem na delegacia de Sorriso. Ele foi acompanhando de dois advogados, onde foi interrogado e em seguida preso devido a um mandado de prisão preventiva expedido em seu nome.


Julia estava na cidade de Sorriso a passeio, visitando o namorado, que também é do Paraná. Ele morava em Sorriso há cerca de quatro meses.


O caso


Júlia e o namorado estavam jantando na casa de amigos, e após o jantar, a pedido de Júlia, o casal foi até a conveniência de um posto de combustível situado na Avenida Brescansin, onde o namorado desembarcou e comprou algumas barras de chocolate.


Após realizar a compra, o casal seguiu em uma caminhonete Hilux pela Avenida Brescansin para dar um último passeio antes de retornar para casa.


De acordo com o namorado, no caminho, próximo a um posto de gasolina, ele ultrapassou uma caminhonete no caminho. No entanto, o motorista do veículo não gostou de ser ultrapassado e começou a perseguir o casal pela avenida.


No percurso, um veículo Gol, de cor preta passou a andar vagarosamente pela via, fazendo com que o veículo em que estava o casal também reduzisse a velocidade.


Neste momento, J. F., também conduzindo uma HIilux, se aproximou da traseira do veículo onde estava o casal, passando a buzinar e forçar passagem pela via, que é estreita e possui o fluxo lento.


De acordo com as investigações, o namorado de Júlia seguiu o fluxo em velocidade reduzida, pois era a compatível com aquele momento, o que causou a fúria de J.F., que estava embriagado e passou a persegui-los.


A perseguição durou até próximo ao Hospital 13 de Maio, quando J.F. disparou contra o veículo do casal, acertando a cabeça da vítima e fugindo logo em seguida.



Imediatamente, o rapaz levou a namorada até o hospital e pediu socorro, mas a mulher morreu em razão da gravidade do ferimento.


Veja também

DIAMANTINO Gestão Eduardo tira dentista do Pedregal para colocar esposa.
ALTO PARAGUAI Prefeita confirma que Inauguração de brinquedos acontecerá dia 22
ALTO PARAGUAI Menina com leucemia encontra em casa doadora de medula
ALTO PARAGUAI Brinco de Ouro e Juventude disputam a final do amador
EMPREGOS Sine tem 1.330 vagas para Mato Grosso 18 em Diamantino nesta semana
VOCAÇÃO Alto Paraguai aposta na fruticultura
Publicidade

Copyright © 2013 - 2019 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados