• Diamantino, 16/02/2019
TERCEIRO LUGAR

Diamantino é um dos primeiros em recursos federais para infraestrutura 441


Fotografia: Reprodução

De acordo com pesquisa realizada no site convenios.gov.br, no portal SICONV (sistema de convênios) para identificar as cidades que conseguiram efetivar processos de convênios junto aos órgãos Federal e Estadual,  constatou-se que dos convênios celebrados por dezenove municípios que compõem a região do Alto do Rio Paraguai, dois da baixada cuiabana e dois municípios da região norte, o município de Diamantino ficou em terceiro lugar no ranking dos municípios que viabilizaram garantias de investimentos em obras importantes de infraestrutura.


O município da Tangará da Serra surge em primeiro lugar ao celebrar no final de 2017 o montante de R$ 4.818.431,00 (quatro milhões, oitocentos e dezoito mil e quatrocentos e trinta e um reais), em segundo lugar está o município de Nortelândia com R$ 4.496.847,77 (quatro milhões, quatrocentos e noventa e seis mil, oitocentos e quarenta e sete reais e setenta e sete centavos). Na terceira posição, aparece o município de Diamantino com R$ 4.050.024,00 (quatro milhões, cinquenta mil, e vinte e quatro reais).


A diferença entre Tangará da Serra e Diamantino foi de pouco mais de R$ 768 mil reais em recursos federais.


Levando em consideração a densidade populacional e eleitoral, Diamantino sai na frente quando se compara os valores conquistados pelo número de habitantes e de eleitores de cada município. Resultado animador para a administração municipal e para a população de Diamantino, pois as emendas serão destinadas para a aquisição de maquinários e pavimentação asfáltica.


O prefeito de Diamantino Eduardo Capistrano garantiu que o esforço irá continuar, pois segundo ele preparar o município para novas conquistas, é um trabalho conjunto da gestão municipal em parceria com a sociedade. “Nos esforçaremos cada dia mais na criação de projetos que atendam as condições dos órgão federais, pois este recurso novo auxilia na execução do plano de desenvolvimento que temos para o município. Quero agradecer o empenho de todos os vereadores que estão participando efetivamente da gestão, aos secretários municipais e os munícipes que acreditam em nossa equipe de gestão. Além dos recursos federais que receberemos, investiremos mais de 3 milhões de reais em obras e serviços com recursos próprios do município neste ano de 2018” informou o prefeito.


Diamantino ficou na frente de municípios como Arenápolis, Nova Marilândia, Barra do Bugres, Sapezal, Campo Novo do Parecis, Campos de Júlio, Denise e Nova Mutum.


Vejam os valores de convênios celebrados pelos municípios da região:


Tangará da Serra - R$ 4.818.431,00


Nortelândia - R$ 4.496.847,77


Diamantino - R$ 4.050.024,00


Barra do Bugres - R$ 2.102.638,35


Denise - R$ 2.082.632,00


Arenápolis - R$ 2.049.707,44


São José do Rio Claro - R$ 2.034.823,00


Campo Novo do Parecis - R$ 1.912.050,00


Nova Marilândia - R$ 1.712.850,00


Sapezal - R$ 1.519.000,00


Campos de Júlio - R$ 1.445.413,33


Nova Olímpia - R$ 1.063.430,37


Brasnorte - R$ 982.750,00


Porto Estrela - R$ 786.525,00


Rosário Oeste - R$ 489.564,00


Nova Maringá - R$ 294.500,00


Santa Rita do Trivelato - R$ 265.000,00


Alto Paraguai - R$ 250.000,00


Santo Afonso - R$ 253.750,00


Nobres - R$ 0,00


Nova Mutum - R$ 0,00

Veja também

INTERDITADO BR-364 será fechada para instalação de estrutura no domingo
ACIDENTE Caminhão colide na traseira de carreta na BR-163 em Nova Mutum-MT
NOBRES Prefeitura de Nobres abre novo edital de processo seletivo
DIAMANTINO TRE informatiza posto eleitoral em Deciolândia, distrito situado a 140 km de Diamantino
CORTE DE GASTOS Tribunal de Justiça avalia fechar 7 comarcas no interior
OPORTUNIDADE Sine oferece mais de 100 vagas de emprego
Publicidade

Copyright © 2013 - 2019 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados