• Diamantino, 17/02/2019
CINCO DIAS

A partir de hoje eleitores só podem ser presos em casos especiais 389


Fotografia: Reprodução

A partir de hoje (2), a cinco dias das eleições, nenhum eleitor poderá ser preso ou detido exceto em casos de flagrante delito ou de sentença criminal condenatória por crime inafiançável por desrespeito a salvo-conduto.


A orientação está na legislação e prevista no calendário eleitoral. Também nesta terça-feira será o último dia para a verificação das assinaturas digitais do Sistema de Transporte de Arquivos da Urna Eletrônica, do Subsistema de Instalação e Segurança e da Solução JE-Connect instalados nos equipamentos da Justiça Eleitoral.


Essa verificação deve ser feita por representantes dos partidos políticos e das coligações, da Ordem dos Advogados do Brasil, do Ministério Público e das pessoas autorizadas em resolução específica a formalizar pedido ao juízo eleitoral Amanhã também é o último dia para os tribunais regionais eleitorais divulgarem na internet os pontos de transmissão de dados que funcionarão em locais distintos daquele de funcionamento da junta eleitoral.

Veja também

ECONOMIA Sine oferta 985 vagas de trabalho; Rondonópolis e Lucas 'lideram'
CEM Mutirão espera atender 900 pacientes que estão na fila do SUS
Fundação abre seletivo para contratar mais de cem profissionais da saúde; salários de até R$ 10 mil
EDUCAÇÃO Ano letivo começa nesta segunda e professores param na terça
ACIDENTE Vídeo flagra momento em que caminhão atinge S10 em praça de pedágio;
NOVO HORÁRIO Dia 17 de fevereiro a meia noite termina o horário brasileiro de verão
Publicidade

Copyright © 2013 - 2019 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados