• Diamantino, 17/02/2019
COMUNICADO

Cartório Eleitoral orienta que falta de Biometria não impede eleitor de votar em Diamantino e Alto Paraguai 447


Fotografia: Reprodução

A Justiça Eleitoral esclarece aos eleitores de Diamantino e Alto
Paraguai que não registraram biometria no Cartório Eleitoral poderão
votar normalmente no dia 7 de outubro,  desde que não estejam com o título cancelado por
outro motivo (por exemplo, condenação criminal). Em outras palavras, a
simples falta de biometria para os eleitores de Diamantino e Alto
Paraguai não será motivo de impedimento para que o eleitor dessas cidades vote
em 2018.

É importante o esclarecimento principalmente em razão de um julgamento
recente do STF que causou alguma confusão na forma como foi divulgado.
A decisão proferida pelo Supreno Tribunal Federal (STF) apenas mantém o impedimento os títulos que já haviam sido cancelados pela Justiça Eleitoral entre os anos  2016 e
2018.

Em Mato Grosso, o cancelamento mencionado pode atingir apenas os aleitores dos municípios de Barão de Melgaço, Jaciara, Nova Mutum, Nova Santa Helena e Sinop, os quais passaram pela revisão do eleitorado
com biometria (quando o recadastramento é obrigatório e há um prazo final para o eleitor comparecer). Não houve um novo cancelamento de títulos eleitorais.

Em caso de dúvidas, o eleitor pode consultar sua situação eleitoral na página do TSE, aba "eleitor - situação eleitoral". A consulta pode ser por nome, ou número do título eleitoral.

Veja também

INTERDITADO BR-364 será fechada para instalação de estrutura no domingo
ACIDENTE Caminhão colide na traseira de carreta na BR-163 em Nova Mutum-MT
NOBRES Prefeitura de Nobres abre novo edital de processo seletivo
DIAMANTINO TRE informatiza posto eleitoral em Deciolândia, distrito situado a 140 km de Diamantino
CORTE DE GASTOS Tribunal de Justiça avalia fechar 7 comarcas no interior
OPORTUNIDADE Sine oferece mais de 100 vagas de emprego
Publicidade

Copyright © 2013 - 2019 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados