• Diamantino, 24/01/2019
ESPAÇO NA ASSEMBLEIA

PSD perde 80% da bancada e PSL de Bolsonaro tem 2 deputados 271

Partido de Carlos Fávaro cai de cinco deputados para um; PSDB de Taques perde metade do espaço


Fotografia: Reprodução

A votação do dia 7 de outubro redistribuiu as forças na Assembleia Legislativa de Mato Grosso. O maior derrotado foi o PSD, do ex-vice-governador Carlos Fávaro, que perdeu 80% de sua bancada.


 


De acordo com números levantados pela reportagem, o PSD elegeu quatro deputados na eleição de 2014.


 


Na janela partidária, quando os eleitos podem trocar de siglas, o partido subiu para cinco membros, tornando-se a maior bancada do Legislativo.


 


Entretanto, agora o partido conseguiu eleger somente um deputado, Ondanir Bortolini, o Nininho, segundo mais votado.


 


O PSL, do presidenciável Jair Bolsonaro, conseguiu eleger dois representantes, Delegado Claudinei e Sílvio Favero. Antes, a sigla não tinha nenhum representante.


 


Outro que também não tinha membros era Democracia Cristã (DC). Agora elegeu Eliseu Nascimento e o membro do Movimento Brasil Livre (MBL) em Mato Grosso, Ulysses Moraes.


 


A maior bancada ficará com o MDB. Foram eleitos Janaina Riva, a mais votada do pleito, João José de Matos e Thiago Silva. A sigla, entretanto, manteve o número desde a eleição de 2014.


 


O PSDB do governador Pedro Taques, derrotado na reeleição, perdeu dois membros. Foram reeleitos Wilson Santos e Guilherme Maluf.


 


Saturnino Masson amargou baixa votação e Baiano Filho desistiu da reeleição durante a campanha.


 


Veja como fica o quadro partidário:


 
























































































































Partidos 2014 Antes da eleição A partir de 2019
MDB 3 3 3
PSB 3 1 2
DEM 1 3 2
PSL 0 0 2
PSDB 3 4 2
PSC 0 1 2
PT 0 1 2
DC 0 0 2
PV 2 2 2
PRB 0 0 1
PSD 4 5 1
PDT 2 2 1
PP 0 0 1
Pros 0 0 1
PATRI 0 1 0
SD 1 1 0
PR 5 0 0

Veja também

CRISE Editorial da Folha aborda crise financeira de MT e sugere flexibilização de estabilidade no serviço público!
PACOTÃO DE MENDES Novato: deputados atuais têm legitimidade para aprovar projetos
Nova Mutum Rosariense Altair Albuquerque é eleito presidente da câmara de Nova Mutum
Wener Santos foi convidado para assumir a Secretaria Adjunta de Cidades
SUSPENSO Justiça derruba atos da Câmara e devolve cargo à prefeita de Denise
BBC Da cadeia, Lula diz que venceria Bolsonaro e acusa Moro de ‘fazer política e não justiça’
Publicidade

Copyright © 2013 - 2019 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados