• Diamantino, 22/01/2019
EM 2018

Acidentes na chuva representam 16% das ocorrências na BR-163 253


Fotografia: Reprodução

Pista molhada, baixa visibilidade, perda da capacidade dos freios, são alguns dos fatores que colocam em risco a segurança de quem dirige durante as chuvas em rodovias. Este ano, foram registrados no trecho sob concessão da BR-163, mais de 460 acidentes nestas condições. O número representa cerca de 16% do total de ocorrências atendidas pela Rota do Oeste e alerta motoristas para os perigos da direção na chuva, principalmente, com a previsão de dias e noites chuvosas pela frente.


Conforme dados da Rota do Oeste, na BR-163, o tipo de acidente mais frequente na chuva este ano é a saída de pista, com 33% dos casos registrados. Em seguida, estão tombamentos (14%), colisões traseiras (13%) e capotamentos (10%). O gerente de Operações da Concessionária, Wilson Ferreira, explica que a pista molhada prejudica a aderência do veículo, o que facilita a perda do controle do veículo por parte do motorista.


“A instabilidade do veículo aumenta neste tipo de situação e é necessário redobrar os cuidados com a direção. O primeiro passo é reduzir a velocidade aos poucos e jamais, efetuar freadas bruscas. Se possível e dependendo da intensidade da chuva, também é recomendável parar o veículo me local seguro e aguardar”, destaca Ferreira.


O levantamento da Rota do Oeste aponta que o número de acidentes com chuvas vem subindo nos últimos meses na BR-163. Em julho, foram 5; no mês seguinte chegou a 15; em setembro, 43 e até o momento já passa dos 50.  Entre os municípios, Sorriso (12,6%), Rondonópolis (12%) e Nova Mutum (10,9%), são as cidades com maior incidência de ocorrências.


“A tendência para os próximos meses é de mais ocorrências nas chuvas. A Concessionária atua na conscientização dos motoristas, com alertas e campanhas de segurança, mas dependemos dos condutores que precisam reforçar os cuidados”, acrescenta o gerente de Operações.


ALERTA


Os 850,9km da BR-163 sob concessão em Mato Grosso são monitorados diariamente pela Rota do Oeste. No período de chuvas a Concessionária intensifica o trabalho, com viaturas percorrendo o trecho para identificar pontos de alagamento ou erosões devido a força das águas. O usuário da rodovia também pode relatar estas situações ao Centro de Controle Operacional (CCO), que funciona 24 horas. O telefone é o 0800 065 0163. O serviço oferece ainda apoio, socorro mecânico e guinchos nos casos de panes de veículos.


As condições de tráfego da BR-163 são divulgadas pela Rota do Oeste através de boletins diários no site (www.rotadooeste.com.br) e Twitter (@rotadooeste). Pelo 0800, o usuário também pode solicitar informações de qualquer trecho concessionado.

Veja também

BALANÇO Eleitorado de MT cai 4,1%, aponta TRE
GOVERNO BOLSONARO Centrais sindicais ignoradas na formulação da reforma da Previdência
VEJA AS OPORTUNIDADES 15 concursos abertos em Mato Grosso oferecem salários de até R$ 13,4 mil
ENEM Sisu abre inscrições na terça; veja dicas para conseguir uma vaga
SUSPENSO Calamidade suspende concursos até junho
EM DIAMANTINO TRE-MT realiza revisão em 26 municípios; veja local e horário em Diamantino
Publicidade

Copyright © 2013 - 2019 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados