• Diamantino, 26/06/2019
EDUARDO JUSTUS

Gestão Eduardo/Gaúcho demite Baiano que alega perseguição

Baiano era um dos seguidores do sobre nome Capistrano por várias eleições


O Baiano foi demitido, ele era contratado pela empresa disfarçada de Cooperativa de Trabalho de nome Cooper-Vale a qual a gestão Eduardo/Gaúcho faz a indicação para empregar seus apoiadores e agradar parte da bancada de vereadores.



A demissão do Baiano foi porque ele cuidava da praça e começou a cobrar melhorias e conservação visto que a fiação está danificada causando choques elétricos nas crianças que utilizam a quadra.

Outro motivo que gerou a demissão, foi o fato do Baiano que é também presidente do bairro comunicar o Ministério Público da real situação que se encontrava a praça.

Ao que parece o MP de Diamantino que atuava em outras gestões nesta está fechando os olhos.

Baiano foi um dos apoiadores de Eduardo Capistrano e Gaúcho na eleição de 2016.

Falta 17 meses para o fim

Veja também

VICE CAMPEÃ Seleção Diamantinense é vice-campeã na Taça MT de Futsal sub-17
VALE TUDO Giripoca pede demissão dos funcionários da Cooper Vale
DIAMANTINO Eleições 2020: Em ritmo de campanha
SEM ESPORTES Abandonados da Bojui: Iluminação da quadra esta queimada há meses
NOVA TROCA Fechando Secitec de Diamantino I
O PREÇO DA COR Valor de uma pintura da câmara
Publicidade

Copyright © 2013 - 2019 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados