• Diamantino, 13/11/2019
MATO GROSSO

Filhos investigam, descobrem que pai matou a mãe em SC há 37 anos e denunciam crime em MT

O idoso deve permanecer em liberdade já que o crime prescreveu


Fotografia: João Ricardo da Cruz/Cenário MT


Seis irmãos procuraram a delegacia da Polícia Civil em Lucas do Rio Verde, a 360 km de Cuiabá, nessa terça-feira (20) e denunciaram que o pai matou a mãe deles no interior de Quilombo, Santa Catarina, há 37 anos. A vítima foi morta por pedir divórcio após descobrir que o marido tinha um caso com a empregada da família.





De acordo com a família, Pierina Carroro foi morta no dia 25 de janeiro de 1982. O marido tem 78 anos e mora com a mulher do segundo casamento em Lucas do Rio Verde. Durante todos esses anos ele dizia aos filhos que a mulher tinha sido assassinada em um assalto.




Depois que os filhos descobriram o crime, o pai confessou e detalhou o assassinato à família. Segundo a Polícia Civil, o idoso deve permanecer em liberdade já que o crime prescreveu.


Os filhos nunca aceitaram a versão do pai e começaram uma investigação nos últimos meses. Eles entrevistaram autoridades policiais que investigaram o caso na época, enfermeiras e outras testemunhas.



Os seis filhos juntaram documentos, declarações e informações e entregaram ao delegado Daniel Nery. Eles prestaram depoimento por três horas e registraram um boletim de ocorrência.


Pierina teve sete filhos. Na época do assassinato eles tinham entre 7 a 19 anos. Um deles já é falecido. O segundo casamento é com a empregada, à época do crime.




Dúvidas



Os filhos alegam que sempre tiveram dúvidas e ouviram relatos de moradores em Santa Catarina. As pessoas diziam a eles que o pai havia matado a mulher e forjado um assalto.




O marido, então, planejou uma viagem sozinho com a mulher até a cidade de São Carlos (SC). O casal saiu de madrugada de casa e ele levou um revólver.






Veja também

OPORTUNIDADE Seletivos e concursos oferecem vagas com salários de R$ 10 mil
SE IRRITOU COM ULTRAPASSAGEM Polícia prende homem que perseguiu, atirou e matou agrônoma
RADICALISMO Ministro critica excessiva interferência judicial: vamos deixar os políticos falarem
Nova Mutum Homem é morto a facada no bairro Jardim Europa em Nova Mutum
DIAMANTINO Operação cumpre mandados de prisões e de buscas em Diamantino
Campo Novo do Parecis Morador fatura R$ 451 mil na Lotofácil
Publicidade

Copyright © 2013 - 2019 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados