• Diamantino, 21/09/2019
NOVO MUNICIPIO

Com vocação para o agronegócio, Santiago do Norte busca mais infraestrutura e logística

Eles JÁ plantam 10% da mandioca de Mato Grosso e estão construindo uma fecularia


Distante 520 km de Cuiabá, entre os municípios de Paranatinga e Sorriso, o distrito com pouco mais de 4 mil habitantes promete ser o novo corredor de produção do Estado. Idealizado por empresários da região, o projeto de emancipação passa pela melhoria em infraestrutura e logística capazes de elevar o distrito à condição de município. Para isso, lideranças políticas se uniram e entre outras pautas discutiram, na última segunda-feira (19.08), a questão da do asfaltamento da MT 130 (através de PPP), a construção da BR 242, no trecho que vai até Querência e o traçado da Ferrovia FICO.




De acordo com o líder da bancada, deputado federal Neri Geller (PP/MT), a reunião foi técnica e contou com a participação de empresários, pequenos produtores rurais, assentados. “São pessoas que conhecem as necessidades da região. Trouxemos o superintendente do Ibama MT, Cel. Gibson, para acompanhar as questões pendentes aqui. Assim como o estadual Nininho, que também encampou conosco essa luta pelo povo de Santiago do Norte”, disse Geller.




O produtor rural Caçula está liderando as ações e quer privilegiar a agricultura familiar. Eles plantam aqui 10% da mandioca de Mato Grosso e estão construindo uma fecularia, mas queremos fortalecer as cadeias, como limão, leite, frutas e hortaliças. Nosso município já está na rota do agro, somos produtores de soja, e vamos buscar condições de escoar essa produção inseridos no corredor norte do estado”, expôs.




Segundo Gibson, superintendente do Ibama/MT, em setembro (19 a 23) os técnicos do órgão farão a vistoria nas obras de implantação e pavimentação da BR-242/MT, ao longo dos lotes 1 a 11 entre Nova Ubiratã e Querência.




Entre outras pautas, como a própria questão de rede de energia elétrica para atender a região, o foco maior está na BR-242, considerada uma importante rota de escoamento da produção agrícola de Mato Grosso já que o trecho - de 455 quilômetros - liga as rodovias BR-163 e BR-158. “É uma rodovia federal em fase de implantação, tem seu ponto inicial na localidade de São Roque do Paraguaçu, no município de Maragogipe/BA e o final na cidade de Sorriso/MT. Sua malha total tem uma extensão de 2.354 quilômetros e vamos buscar a viabilidade dessa obra dentro do trecho que passa em nosso Estado”, concluiu o líder da bancada, Neri Geller.

Veja também

SEMELHANTE TCE determina que prefeito e empresa só contratem aprovados em concurso
ALTO PARAGUAI Jovem de 18 anos é preso com ferramentas que havia roubado de residência em Alto Paraguai
CASO LARANJAL Cassação do diploma do presidente da câmara de Diamantino esta na mesa do juiz
ALTO PARAGUAI NOVOS FATOS: MPE move ação em face do ex-prefeito e pede devolução de quase “10 milhões”
SEM SEGURANÇA Bandidos que invadiram casa em Alto Paraguai, fugiram com refém e deixaram produtos em Rosário Oeste
MERECIDO Avenida terá iluminação de Led em Alto Paraguai
Publicidade

Copyright © 2013 - 2019 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados