• Diamantino, 11/12/2019
MORTE BANAL

TJ solta jovem suspeito de matar cliente de posto por causa de farol alto em MT

Desembargadores alegaram que digitais de Maroan não batem com achadas em carro


Os desembargadores do Tribunal de Justiça de Mato Grosso determinaram a substituição do mandado de prisão expedido contra Maroan Fernandes Haidar Ahmed por medidas cautelares, entre as quais a entrega do passaporte. Maroan, que nunca foi preso, é acusado de matar um cliente de uma conveniência em um posto de combustível em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, em novembro de 2018 durante uma discussão por farol alto.


O cliente, Fábio Batista da Silva, de 41 anos, morreu no local. Mesmo assim, os desembargadores entenderam que não há motivos para a prisão do acusado, que havia tido a prisão decretada pelo juiz Wagner Plaza Machado Junior, da Primeira Vara Criminal de Rondonópolis.


Os desembargadores acolheram a tese da defesa de Maroan de que o resultado da perícia papiloscópica apontou que as digitais encontradas nas garrafas de água que estavam no carro, supostamente conduzido pelo acusado na ocasião do crime, não convergem com as dele. Também não convergem com as digitais dele aquelas encontradas na capa do volante do veículo.


Na decisão de primeira instância, o juiz declarou que Maroan 'demonstra menosprezo e deboche das forças policiais e da Justiça, uma vez que publicou em uma de suas redes sociais fotos falsas com o intuito de obstar a sua localização e conseguinte prisão'. Foragido, o jovem chegou a postar fotos de praia e outra foto com um prato de camarão em um restaurante com franquia pelo nordeste.


Em janeiro deste ano, postou fotos de uma praia na internet. O crime foi registrado em novembro do ano passado durante uma discussão por farol alto.


O cliente, Fábio Batista da Silva, de 41 anos, morreu no local. Em uma das fotos - que ficam disponíveis por 24 horas -, Maruan mostra uma paisagem dentro de um barco com comidas e bebidas.


Na outra publicação, o jovem fotografou um prato de camarão em um restaurante com franquia pelo nordeste. Um vídeo gravado pelas câmeras de monitoramento do estabelecimento mostra o momento em que é vítima é atingida pelos disparos.


Nas imagens, é possível ver o motorista chegando no estabelecimento com uma caminhonete e parando o veículo perto das mesas usadas pelos clientes. Em seguida, um funcionário da conveniência vai até a caminhonete e atende o motorista, que não desliga o carro e permanece no veículo com ele ligado.


Enquanto isso, alguns clientes reclamam da luz e fazem sinais para o motorista. Logo depois, a vítima se levanta, vai até a caminhonete e bate no capô pedindo que o motorista desligue a luz.


Ele faz sinais e, em seguida, quando caminha de volta para a mesa é atingido por um disparo e cai no chão. De acordo com o boletim de ocorrência, Fábio foi encontrado morto no local.

Veja também

COISA DO BRASIL Policial é preso por impedir furto em comércio e esfaquear ladrão
NOVA MARILANDIA Detentas espancam mãe e madrasta presas por assassinar criança de 3 anos; Veja
NORTELANDIA PF e Sema realizam operação de desocupação próximo a antiga fazenda Barreirão
ARENAPOLIS Homem foi alvejado com vários tiros em frente igreja
DIAMANTINO PM de Rosário troca tiros com bandidos e recupera caminhonete furtada em Diamantino
ARENAPOLIS Homem agride esposa, ataca Polícia e é preso em Arenápolis
Publicidade

Copyright © 2013 - 2019 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados