• Diamantino, 10/04/2020
DIAMANTINO

Secretária diz que vereadores de Diamantino são “Bando” de hipócritas

Edith Vanni foi denunciada na tribuna da câmara por usar carro publico para buscá-la em aeroporto em retorno da praia.


Fotografia: rede social

A secretária municipal de educação de Diamantino Edith Marmos Vanni desceu o sarrafo literalmente na câmara de vereadores de Diamantino durante uma discussão sobre uma postagem que esta circulando pela rede social questionando  gastos da câmara municipal.


A publicação questionando não possui autoria e aparentemente tratasse de “anonimo”  com juntada de varias matérias de sites do estado e um dos que estavam compartilhando nos grupos de whatsapp é o assessor municipal de cultura Odemar Mendes com quem a câmara se negou em criar a secretária municipal de Cultura no município no ano de 2019, visto que Odemar era o certo como secretário.


Entre varias discussões a conversa do grupo denominado Secretaria de Educação, vazou e promete cair como uma bomba as declarações que Edith Vanni relatou.


A critica da secretária municipal esta na intenção da mesa diretora da câmara em obter um repasse de mais de 300 mil o que segundo a postagem de Edith Vanni “300 mil dava pra comprar um ônibus grande para o transporte escolar.” “Não constroem nada e não mantém nada com esse dinheiro” “diferente das nossas pastas que as escolas são caríssimas para manter”.  A secretária continua sobre os vereadores “Só sabem descer a lenha, ‘bando de hipócritas’ As postagens atacando o poder legislativo municipal não param e recebem reforço com outros funcionários como uma funcionária identificada como Tamires que aplaude a expressão “bando de hiprocritas”.


Os ataques ao poder legislativo contínua e desta vez a secretária elenca que o prefeito Eduardo pode contar no legislativo apenas com dois vereadores, sendo Buiu e Zé Bezerra, escanteando o vereador Ranieli Lima que também é do PDT e da base governista “Vdd Kleber, Ali Eduardo só pode contar com Buiu e Zé Bezerra.... São parceiros” e não explica o sentido da expressão “parceiros”.


Edith ainda culpa a mesa diretora da câmara afirmando que “O problema ali é a mesa diretora da Câmara,...Maria Eugenia é da diretoria começou a questionar documentos que assinava, mas logo ficou quieta”. Afirmou a secretária.


Nos prints das postagens repassada para nossa reportagem segue que um membro do grupo de nome Cleber Ramone afirmando que os vereadores estão barrando tudo. “ Eles deveriam trabalhar juntos com o prefeito, ver melhorias para a cidade, com isso barra tudo oq a gestão do Eduardo esta fazendo”.


Já um dos chefes de transporte da secretária de educação conhecido como Chapolin que foi candidato a vereador na eleição de 2016 também expressou sua opinião na discussão “Bom dia 2021 vamos ter casa nova” e outros funcionários da educação também expressaram revoltas na discussão.


Ao que parece a secretária municipal de educação de Diamantino não conseguiu desempenhar avanços na educação, quando membro do Sintep pregava um discurso e quando secretária da pasta da educação mudou o tom e  abandonou tudo que pregava e desta forma no meio da categoria o ex secretário Nilvo Lanza é só elogios e saudades.


Ao fazer criticas a câmara municipal a secretária desdenha do poder legislativo que emana do povo, e outro fato merece destaque que em todas as audiências publicas com a conivência do prefeito Eduardo Capistrano os secretários presentes baixavam o porrete no valor que legalmente tem que ser repassado ao legislativo  por ser parte integrante dos três poderes.


A professora Edith Vanni que não é leiga, possui esclarecimento suficiente para entender sobre as atribuições reais dos poderes e para contribuir com a gestão poderia começar fazendo um pente fino nos contratados da cooperativa, pois o que não falta são denuncias envolvendo a secretaria de educação e algumas indicadas para a tal “Cooper-vale”. Outra ação seria devolvendo quem tem 60 horas para trabalhar no seu local de origem desonerando assim a folha de pagamento que deixaria de fazer dois contratos a cada beneficiado com o jeitinho dado aos amigos do rei.


A gestão Edith Vanni praticamente estagnou a educação, o transporte escolar transformado em sucata com a conivência do conselho de transporte escolar. O Sintep que na gestão Lincoln reunia praticamente todos os dias com o prefeito da época, viu desmontar suas reivindicações e a maioria da diretoria ganhou cargos na gestão atual.


Destaca também que um feito merece ser elencado, praticamente  dobrou o numero de funcionários dentro da secretária municipal de educação e muitos dizem que a secretária serve apenas para assinar, pois quem  das as ordens de fato seria o vice prefeito e a secretária de assistência social que é mãe do prefeito.


O episódio envolvendo a secretária que teria passado um feriado prolongado em Porto Seguro na Bahia e solicitado para que a secretária de saúde enviasse um veiculo Fiat doblo para buscá-los na madrugada no aeroporto em Várzea Grande foi destaque na tribuna da câmara  durante a fala de um vereador que tomando conhecimento do crime até agora se calou misteriosamente.


Prometido em campanha que todas as escolas do município seriam de tempo integral, Eduardo Capistrano e Edith Vanni só conseguiram emplacar uma, a Braz Maimoni e de forma deficitária.


Agora faltando pouco menos de 8 meses para a eleição, a gestão Eduardo Capistrano/Gaucho tentam lançar algumas obras e entre elas asfalto das avenidas Diamantino e Municipal até a ponte do Rio Popino e para isso com a conivência dos vereadores endividaram o município e mais de 5 milhões para que outras gestões paguem no futuro.


 


Segundo o dicionário, significado de bando: 1. Ajuntamento de pessoas ou animais; 2. Os integrantes de um partido ou facção; 3. Quadrilha de malfeitores.

Mais fotos

Veja também

ARENAPOLIS Jovem morre em acidente em Arenápolis após se chocar contra árvore.
ALTO PARAGUAI Prefeita Diane entrega neste mês obra de pavimentação em Alto Paraguai
PRODUÇÃO LOCAL Águas Cuiabá doa hipoclorito para ações de desinfecção contra a Covid-19 em MT
PANDEMIA Exploração das cafetinas obriga trans a descumprir quarentena e continuar na rua
DIAMANTINO Suspeitos fogem da polícia e são presos com drogas em Diamantino
Camarão, Lagosta e Caviar Mesa diretora “torra” 5 mil em jantar de luxo
Publicidade

Copyright © 2013 - 2020 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados