• Diamantino, 26/05/2020
ESPERADO

Câmara de Diamantino se recusa a destinar recursos de combate ao COVID-19

Presidente ainda requereu atualização do repasse com aumento de mais 500 mil reais.


Na contramão de várias Câmaras Municipais do Estado e em todo país, que estão se unindo ao Executivo, no intuito de redistribuir recursos para a Saúde e combate da transmissão do coronavírus (Covid-19), o Poder Legislativo de Diamantino se recusa a ajudar o Executivo com a doação do duodécimo (repasse obrigatório) que poderiam ser utilizados em insumos para saúde do município e ainda “quer mais dinheiro”, no caso que esse valor seja aumentado, segundo fontes do site VT News.

Esta semana, o presidente da Câmara Edson da Silva (Giripoca) enviou ao Executivo o ofício fazendo a recusa, alegando a impossibilidade de redução do duodécimo. A Câmara recebe o montante de aproximadamente R$ 4,8 milhões ao ano, com o aumento de R$ 530.293,47, solicitado pelo presidente. O valor ultrapassa a marca de R$ 5,3 milhões, em 2020.
Outros municípios do Estado, por sua vez, deram o exemplo, como foi o caso de Nova Mutum, onde a Câmara Municipal repassou ao executivo o montante de R$ 350 mil, proveniente das economias do ano de 2020. Sorriso, que informou no mês passado que devolverá para a Prefeitura R$ 1 milhão economizados dos repasses mensais do duodécimo.

Em Sinop, a Câmara disponibilizou R$ 256,5 mil das Emendas Impositivas. Primavera do Leste, sugeriu que R$ 1 milhão fossem devolvidos pelo Legislativo. Esse valor é parte da devolução do duodécimo ocorrido em dezembro de 2019, no valor de R$ 2.161.026,31.

Cuiabá, a capital-mato-grossense, destinou R$ 2 milhões.

Esses recursos foram destinados a Saúde desses municípios para aquisição de insumos e para que fossem feitas as devidas adaptações nos hospitais para receber possíveis casos de infectados pelo COVID-19, e, para campanhas de combate e prevenção da doença.

Em momentos de crise como esse, se faz necessário a união entre os poderes, para a devida destinação de recursos, para os setores deficitários, pois o mais importante é que a população seja devidamente assistida e beneficiada por esses recursos.

Veja também

CAMPEÃ Rosário Oeste é líder em casos de coronavírus a cada mil habitantes em MT
GUERRA CONTRA A COVID MT recebe respiradores e monitores da China
SEM INCENTIVOS Fábrica de cervejas anuncia demissões em massa e ameaça fechar unidade em MT
DIAMANTINO Funcionário de frigorífico de Diamantino é preso por planejar roubo de caminhonete em Nova Mutum
LUTO Botelho lamenta morte de assessor após luta contra leucemia
ALTO PARAGUAI Avenida Joaquim Murtinho entra na fase final de asfaltamento
Publicidade

Copyright © 2013 - 2020 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados