• Diamantino, 22/01/2021
DIAMANTINO

Liminar determina regulamentação de frigorífico em Diamantino

Granja fica vizinha a area de proteção ambiental em Diamantino


A Primeira Câmara de Direito Público e Coletivo do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso (TJMT) confirmou liminar que obriga a realização de Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental (EIA-Rima) em granja com capacidade para 10 mil porcos, localizada na zona rural do município de Diamantino (a 208km de Cuiabá). A granja faz divisa com a Área de Proteção Ambiental (APA) Nascentes do Rio Paraguai, nos limites dos córregos Amolar e Valado. O julgamento ocorreu no dia 17 de agosto.

Em razão de ineficiência do sistema de tratamento de efluentes da granja, a 2ª Promotoria de Justiça Cível de Diamantino ajuizou a Ação Civil Pública (ACP) com objetivo de obrigar a empresa Suinobras Alimentos Ltda. a promover estudos e implementar medidas destinadas a sanar ou minorar os riscos associados à referida granja de porcos, como é o caso da contaminação de rios e lençóis de água.

O juízo da 1ª Vara Cível da comarca concedeu liminar, determinando que a empresa elaborasse EIA-Rima referente à unidade de criação de suínos e às atividades a ela associadas. O estudo e o relatório de impacto ambiental deveriam ser desenvolvidos por equipe multidisciplinar integrada composta por engenheiro sanitarista, engenheiro agrônomo, zootecnista e engenheiro florestal cadastrado em órgão ambiental oficial.

A empresa tentou suspender o efeito da liminar ao interpor agravo de instrumento, porém, a iniciativa não prosperou conforme acórdão da Primeira Câmara de Direito Público e Coletivo do TJMT. A relatora Helena Maria Bezerra Ramos concluiu que "inobstante os argumentos apresentados pela agravante acerca da não obrigatoriedade de apresentação de referidos documentos, não logrou êxito em demonstrar a inexistência de atividade potencialmente poluidora ou nociva à saúde, razão pela qual não se pode dispensar a realização do EIA/RIMA, especialmente em razão das  denúncias apresentadas ao longo de diversos anos sobre a proliferação de moscas no local e a possibilidade de contaminação da Unidade de Conservação da APA Nascente do Rio Paraguai.".

Veja também

SEM VENDA DIRETA Sefaz alerta empresários sobre golpe de venda de mercadorias apreendidas
VOLTA DAS BANCAS Banca volante retoma aplicação de prova prática de direção ainda este mês
NOVO FORMATO Licenciamento e Certificado de Registro de Veículo são unificados em um mesmo documento
FERROVIA Botelho diz que se Governo Federal não quiser ferrovia, Estado tem que fazer; 2 anos para chegar em Cuiabá
ESTRADA DA GUIA Estrada da Guia e demais avenidas e entroncamentos receberão instalação de pardais eletrônicos
OPORTUNIDADE Cidade de MT faz seletivo para 100 vagas
Publicidade

Copyright © 2013 - 2021 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados