• Diamantino, 18/09/2021
ARTICULAÇÃO

Cidinho se filia ao PSL para vencer radicais e atrair para o palanque do governador

Aécio Rodrigues considera Cidinho o melhor nome para o PSL apresentar para composição


O ex-senador Cidinho Santos, que estava no DEM,  está assinando ficha de filiação no PSL.  Uma das suas  missões será   adesão  levar a sigla  para o  projeto de reeleição do governador Mauro Mendes (DEM).


Cidinho adere ao PSL com aval do presidente nacional, Antônio Bivar, e do presidente estadual, Aécio Rodrigues, que assumiu o Escritório de Representação de Mato Grosso em Brasília (Ermat).


A reportagem Cidinho confirmou a filiação. Declarou que ingressa no novo partido para somar e que está pronto para ajudar a preparar o PSL para as eleições de 2022.


“Inicialmente, queremos montar boas chapas de deputado federal e estadual. A intenção também é fazer parte do grupo que vai apoiar a reeleição do governador Mauro Mendes. Entro para somar. Vamos conduzindo as articulações”, disse Cidinho.



O Cidinho é uma pessoa apta para disputar qualquer cargo da majoritária. Ele tem bom trânsito com o governador, vice, senadores. O relacionamento dele em Brasília é muito bom  


Aécio Rodrigues

Já Aécio Rodrigues considera Cidinho o melhor nome para o PSL apresentar para composição tanto para vice-governador quanto ao Senado. Por isso, defende que o partido comece a articular sua posição na majoritária o mais breve possível.


“O Cidinho é uma pessoa apta para disputar qualquer cargo da majoritária. Ele tem bom trânsito com o governador, vice, senadores. O relacionamento dele em Brasília é muito bom. Então,  ele está pronto para qualquer cargo. Pode estar em uma suplência, no Senado. A gente está com uma pessoa competente e qualificada para ocupar essas posições”,  pontuou  Aécio Rodrigues na Rádio Capital.


No entanto, para consolidar o apoio a Mauro e emplacar a candidatura majoritária, Cidinho e Aécio Rodrigues precisam derrotar os bolsonaristas mais radicais do PSL como o deputado estadual Gilberto Cattani. O grupo quer se manter na articulação com Podemos e PSC para lançar o deputado José Medeiros (Podemos) ao Senado com aval do presidente da República Jair Bolsonaro e um candidato a governador oposicionista, podendo se os empresários Reinaldo Moraes (PSC) ou Yago Moura (sem partido).

Veja também

MINISTRO NAS REDES Gilmar diz que crises fabricadas afastam país de resolver problemas reais
ORÇAMENTO BILIONÁRIO Com R$ 10 bi, Justiça Eleitoral usa 64% dos recursos para salários
RODOANEL Governo de MT e União vão investir R$ 204 mi para retomar obras
VAGA NO STF Bolsonaro indica André Mendonça, seu ministro 'terrivelmente evangélico'
CORREIOS Prefeito recebe superintendente dos CORREIOS para alinhar parcerias
HOMOFOBIA Juiz manda Edna apagar posts por atacar Cattani e impõe multa; vereadora reage
Publicidade

Copyright © 2013 - 2021 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados