• Diamantino, 18/08/2022
EX-DE DIAMANTINO

CNMP forma maioria para punir promotor de MT por perseguição

Julgamento foi adiado após pedido de vistas do conselheiro Sebastião Vieira Caixeta


O Pleno do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) formou maioria para suspender por 45 dias o promotor de Justiça Justiça Daniel Balan Zappia, da Comarca de Diamatino (a 187 km de Cuiabá), por perseguição processual contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes e sua família.


 


O promotor responde a um procedimento administrativo disciplinar desde maio do ano passado. A suspensão por 45 dias é não remunerada.


 


O Pleno CNMP é formado por 12 conselheiros. Oito acompanharam o voto do relator, Luciano Nunes Maia Freire, para punir Daniel Zappia.


 


O julgamento, no entanto, foi adiado após pedido de vistas do conselheiro Sebastião Vieira Caixeta. Outros dois conselheiros vão aguardar o pedido de vistas.


 


O procedimento contra o promotor foi aberto em maio do ano passado após uma reclamação ingressada pelo próprio Gilmar Mendes.


 


Na reclamação, o ministro acusou o promotor de ajuizar diversas ações civis públicas contra ele e sua família por “mero desejo punitivo absolutamente infundado e que só poderia ser explicado por uma relação de inimizade unilateral de caráter capital”.


 


Entre as ações abertas constam supostos crimes ambientais, uso descontrolado de agrotóxicos, plantio irregular de milho e soja transgênicos, além de outras supostas irregularidades, como retirada de água no Rio Melgueira, sem outorga.


 


Consta ainda, a compra, pelo Estado, da União de Ensino Superior de Diamantino (Uned). A instituição, criada pelo ministro e sua família, foi adquirida por R$ 7,7 milhões na gestão do ex-governador Silval Barbosa.


 


Com a venda da Uned, a faculdade privada tornou-se um campus da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), oferecendo cursos gratuitos de Direito, Administração, Enfermagem e Educação Física.

Veja também

VEM PRÁ CAIXAÇA VEM!!! 'Caixaça Econômica': bar vai mudar de nome para não ser processado pelo banco
MENORES Em Diamantino, procurador do MPT destaca papel da rede de combate ao trabalho infantil
CULTURA Cine Rodas exibe curtas-metragens e animações ao ar livre em Cuiabá
VALOR DE R$ 13,5 BILHÕES Governo eleva corte no orçamento para dar aumento a servidores
POLEMICA Internautas pedem CPI após ataque à Lei Rouanet
DEFEITO Justiça manda substituir carrão que estragou durante garantia
Publicidade

Copyright © 2013 - 2022 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados