• Diamantino, 29/07/2021
RODOANEL

Governo de MT e União vão investir R$ 204 mi para retomar obras

A ordem de serviço prevê a elaboração dos projetos básico e executivo de engenharia, além de obras de melhoria viária


Fotografia: Mayke Toscano/Secom-MT

O governador Mauro Mendes e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, assinaram neste sábado (17.07) a ordem de início de serviço que vai retomar a elaboração de projetos e execução da obra do Contorno Norte de Cuiabá e Várzea Grande, conhecido como Rodoanel, paralisada desde 2006. O investimento será de R$ 204,9 milhões, com recursos oriundos do Estado e da União.


 


Também assinaram a ordem dos Santos Filho, e os representantes do Consórcio MT Sul – SBS Engenharia – Future ATP – Vereda, durante evento no Palácio Paiáguas.


 


De acordo com Mauro Mendes, retomar tão importante obra para a região Metropolitana de Cuiabá é mais um resultado das medidas adotadas logo no início da gestão, de implantação de uma agenda fiscal dura e de recuperação fiscal, que pudesse reequilibrar as contas do Governo do Estado.


 


“Essas dificuldades apareceram e superamos. Por isso estamos aqui dando ordem de serviço e tenho certeza de que daqui a um tempo estaremos lá, comemorando essa obra pronta. O Governo tem feito um esforço gigantesco para consertar o Estado.  Essa é uma obra que começou lá em 2006, teve muitas confusões e estamos aí, olha que coisa vergonhosa, 15 anos depois. Uma vergonha para todos nós e para todo o Brasil. É uma obra impactante e importante, que vai ter um olhar muito especial para que o prazo e qualidade sejam cumpridos”, afirmou o governador.


 


A ordem de serviço prevê a elaboração dos projetos básico e executivo de engenharia, além de obras de melhoria viária e de artes especiais, em uma extensão de 21,5 quilômetros da BR-163/364, em Várzea Grande, até o entroncamento da MT-251, em Cuiabá.  Este é o primeiro lote de obras do Rodoanel, que vai melhorar a trafegabilidade na região metropolitana de Cuiabá, segundo Mendes.


 



Reprodução


RODOANEL

O investimento será de R$ 204,9 milhões, com recursos oriundos do Estado e da União



“Essa obra será uma das mais importantes obras estruturantes para Cuiabá e Várzea Grande. É uma obra que muito provavelmente daqui a 50 anos teremos certeza de que todos que estão atuando para que ela aconteça terão o orgulho de saber a importância e o impacto que ela vai trazer na vida de todos que vivem aqui no complexo Cuiabá - Várzea Grande e milhões de pessoas que passarão de maneira mais tranquila e segura por esse anel viário que estamos construindo”, disse o governador.


 


Segundo o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, a emissão da ordem de serviço de mais uma obra em Mato Grosso é fruto da importante relação que a atual gestão do Governo do Estado tem junto ao Governo Federal, que percebe o crescimento do Estado e seu grande potencial econômico.


 


Situação que possibilita, segundo o ministro, a aplicação de vultosos investimentos em obras rodoviárias. Somente para a retomada das obras do Rodoanel, aproximadamente R$ 73 milhões já foram destinados pela União e estão na conta do Governo do Estado. Os recursos complementares a serem investidos pelo Estado também já estão assegurados.


 


“A pujança dessa cidade e a grandeza do Estado precisam da BR-163 adequada às condições de tráfego e de demanda. O grande passo está sendo dado hoje. Os Governos Federal e Estadual estão empenhados e vão caminhar de braços dados. Essa parceria vai render muitos frutos. E assim as soluções vão sendo construídas. Essa é uma visita de resultados, de esperança e que vai trazer transformações para Mato Grosso. Aqui temos um Brasil que dá certo. Parabéns, governador, por mais essa obra, essa conquista que vai ser feita em parceria com o Governo Federal. Uma parcela importante do dinheiro já está na conta e parabenizo a todos por essa grande realização”, disse o ministro.


 


O secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, lembrou que a retomada das obras só foi possível em razão do grande trabalho para adequação de anteprojeto e para esclarecimentos das dúvidas do Tribunal de Contas da União, que já havia determinado a suspensão de outros contratos e licitações, sob a alegação de irregularidades e inconsistências, que tentaram retomar a obra.


 




A obra estava orçada em R$ 237 milhões e tivemos economia de aproximadamente R$ 33 milhões. Mais um resultado do trabalho do Governo e Mato Grosso



“Em 2006 foi iniciada a obra; em 2011 assinou o convênio e em 2013 licitou e contratou o novo projeto para concluir a obra. Porém, o TCU apontou indícios de ilegalidades processuais e sobrepreço e a obra foi novamente paralisada. Em 2015, o contrato foi rescindido. Em 2017, apresentaram um novo conceito de qualidade da obra, quando o DNIT aceitou o anteprojeto. Já em 2019, assumimos a atual gestão e seguimos as determinações do DNIT. Licitamos, esclarecemos todas as dúvidas e solicitações da auditoria do TCU uma dezena de vezes. Tudo isso para que, hoje, pudéssemos estar aqui dando início a essa obra”, esclareceu Marcelo de Oliveira.


 


Ainda segundo o secretário, além do esforço de proporcionar toda lisura e transparência na contratação da obra, ainda foi possível obter uma importante  economia de recursos públicos aos cofres do Estado.


 


“Quero ressaltar que todas as dúvidas levantadas pelo TCU, a Sinfra respondeu. Não deixamos nenhum questionamento sem resposta. E ainda conseguimos, na licitação, obter a economia. A obra estava orçada em R$ 237 milhões e tivemos economia de aproximadamente R$ 33 milhões.  Mais um resultado do trabalho do Governo e Mato Grosso”, afirmou.


 


Ao todo, o projeto do Rodoanel prevê a  implantação de 21,5 quilômetros do trecho da BR-163/364 e duplicação da pista em pavimento rígido. Em razão dessa duplicação, também deverão ser construídos dois viadutos na BR-163/364, dois viadutos na MT-010 e duas pontes sobre o Rio Cuiabá. Também está prevista a construção de uma trincheira na Avenida Antártica e três retornos/passagens em desnível. A execução de todas obras somente se iniciará após a aprovação dos projetos de engenharia pela Sinfra.


 


Representando o consórcio executor das obras, Márcio Bozetti assegurou que vai cumprir todas as exigências de prazo e, acima de tudo, de qualidade da obra.


 


“Estamos felizes em participar desse projeto e engajados nessa construção primordial na ligação dos municípios e de todo o trafego pesado que passa dentro de Várzea Grande. Mato Grosso é um grande estado, um grande produtor. Acreditamos muito nesse Estado. Sabemos do nosso compromisso e vamos fazer uma obra com qualidade, segurança e respeito ao cidadão, além de aliar tecnologia à engenharia”, encerrou.


 


Diretamente beneficiado pela obra, o município  de Várzea Grande vai ter um salto de desenvolvimento, segundo o prefeito Kalil Baracat, que considera essa a maior obra de infraestrutura já executada pelo Governo de Mato Grosso na região.


 


Isso porque vai desafogar o trânsito de veículos de carga que circulam pelo perímetro urbano de  Várzea Grande, já que todo o tráfego pesado da Rodovia dos Imigrantes (MT-040) terá outra rota pelas rodovias federais.


 


“Quero parabenizar o governador. Uma obra importante para Cuiabá e Várzea Grande. Vai dar mobilidade urbana para ambas as cidades. Temos um tráfego bem pesado na Rodovia dos Imigrantes e essa obra vai ajudar muito. Com isso, teremos melhor mobilidade urbana agregada à nossa cidade. Isso se deve à grande gestão que o governador Mauro Mendes está fazendo em Mato Grosso. Reequilibrou as financias e está investindo em Mato Grosso. Só tenho a agradecer a todos vocês que estão olhando para a região metropolitana, inclusive Várzea Grande, com obras que vão melhorar a qualidade de vida do cidadão várzea-grandense”, ressaltou o prefeito.


 


Também participaram do evento o secretário nacional de Transportes Terrestres Marcello Costa, e os senadores Carlos Fávaro e Wellington Fagundes, além do deputado federal Neri Geller.


Participaram ainda os secretários Mauro Carvalho (Casa Civil), Laíce Souza (Secom) e César Miranda (Sedec), Jordan (Gabinete do Governo) e os presidentes Werner Santos (MT Par) e Alberto Nespoli (Ager).


 


Também estiveram presentes os deputados estaduais Max Russi, Wilson Santos, Xuxu Dalmolin, Dr. Gimenez e Ondanir Bortolini, além de vereadores e outras autoridades.


 


Confira a cronologia, ano a ano, da situação do Rodoanel

Veja também

ORÇAMENTO BILIONÁRIO Com R$ 10 bi, Justiça Eleitoral usa 64% dos recursos para salários
VAGA NO STF Bolsonaro indica André Mendonça, seu ministro 'terrivelmente evangélico'
CORREIOS Prefeito recebe superintendente dos CORREIOS para alinhar parcerias
HOMOFOBIA Juiz manda Edna apagar posts por atacar Cattani e impõe multa; vereadora reage
ARTICULAÇÃO Cidinho se filia ao PSL para vencer radicais e atrair para o palanque do governador
ATOS ANTIDEMOCRATICOS Deputado do PSL pediu preventiva de Stachin por subversão da ordem
Publicidade

Copyright © 2013 - 2021 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados